Enunciado

A tensão V 0 no capacitor da Figura 10.43 é:

  1. 5 ∠ 0 °   V b) 7.071 ∠ 45 °   V

c) 7.071 ∠ - 45 °     V d) 5 ∠ - 45 °     V

Passo 1

Vamos lá! Podemos resolver essa questão do mesmo modo que resolve em corrente contínua, mas para isso devemos levar o circuito para o domínio da frequência o que a questão já nos dispõe.

Portanto podemos fazer um divisor de tensão.

Passo 2

Lembre-se que:

V 0 = - j 1 1 - j 10 ∠ 0 °

Se resolvermos, temos:

V 0 = 5 - j 5 = 7.071 ∠ - 45 °  

Obs.: Caso sinta dificuldade de realizar operações com números complexos recomendo que assista nossas vídeo aulas sobre esse assunto!

Resposta

Item c) 7.071 ∠ - 45 °

Exercícios de Livros Relacionados

Determine i o no circuito da Figura 10.54.
No circuito da Figura 10.46, a corrente i(t) é: 10 cos ⁡ t   A b) 10 s e n   t   A c) 5 cos ⁡ t   A d) 5   s e n   t   A e) 4.472 cos ⁡ t - 63.43 ° A
Por meio da análise nodal, obtenha I 0 no circuito da Figura 10.66.
Usando a Figura 10.51, elabore um problema para ajudar outros estudantes a entender melhor a análise nodal.
Determine V o no circuito da Figura 10.52.
Use a análise nodal para determinar V no circuito da Figura 10.56.
Use o PSpice ou MultiSim para determinar V o no circuito da Figura 10.124. Suponha v = 1   r a d / s .
Usando a Figura 10.127 , elabore um problema para ajudar outros estudantes a entender melhor como realizar a análise C A com o PSpice ou MultiSim.
Use o PSpice ou MultiSim para determinar v 0 ( t ) no circuito da Figura 10.125 . Seja i s = 2 cos ⁡ ( 10 3 t )   A .
Use a análise nodal para determinar V x no circuito mostrado na Figura 10.65.
Consulte a Figura 10.69. Se v s t = V m s e n   w t e v 0 t = A   s e n ( w t + ϕ ) , deduz as expressões para A e ϕ
Use a análise nodal para obter V 0 no circuito da Figura 10.67 a seguir.