Exercícios Resolvidos de Filtros Polarizadores

Origem do Exercício

I I – Obtenha o ângulo entre os eixos característicos de dois polaróides sucessivos para que a luz que saia do segundo possua 1 / 6 da intensidade da onda não polarizada que incide sobre o primeiro polaróide.

Passo 1

Como a onda que incide no primeiro polaróide é não polarizada, a intensidade resultante é:

I 1 = I 0 2

E ela sai com uma polarização linear no sentido do eixo do polaróide.

Agora, seja α o ângulo entre os eixos dos dois polaróides. A intensidade resultante quando a luz que sai de um polaróide incide no outro vai ser:

I 2 = I 1 cos 2 ⁡ α

Mas estamos buscando o ângulo tal que:

I 2 = I 0 6

Usando tudo que temos até aqui:

I 0 6 = I 0 2 cos 2 ⁡ α

cos ⁡ α = 2 6 = 1 3 = 3 3

Colocando numa calculadora, achamos que:

α ≈ 5 4 , 7 4 °

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Resposta

α ≈ 54,74 °

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas