Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

A temperatura de um cubo de plástico é medida enquanto o cubo é empurrado 3,0   m em um piso, com velocidade constante, por uma força horizontal de 15   N . As medidas revelam que a energia térmica do cubo aumentou 20   J . Qual foi o aumento da energia térmica do piso ao longo do qual o cubo deslizou?

Passo 1

Temos que a variação de energia mecânica e térmica se relacionam com o trabalho pela seguinte fórmula

W = ∆ E m e c + ∆ E T

Passo 2

Não há variação na energia cinética (velocidade constante) e nem na energia potencial, então ∆ E m e c = 0 .

A energia térmica do cubo ( ∆ E T , c e do piso ( ∆ E T , p ) aumentam por causa do atrito entre eles e é dada por

∆ E T = ∆ E T , c + ∆ E T , p

Sendo W = F . d e para F = 15   N e d = 3   m

W = 15.3 = 45   J

Passo 3

A variação da energia térmica do cubo é ∆ E T , c = 20   J . Substituindo os valores encontrados teremos

∆ E T , c + ∆ E T , p = W

∆ E T , p = W - ∆ E T , c = 45 - 20

∆ E T , p = 25   J

Resposta

O aumento da energia térmica do piso foi   ∆ E T , p = 25   J .

Exercícios de Livros Relacionados

Um escorrega de parquinho tem a forma de um arco de circunferência com
Um jogador de beisebol arremessa uma bola com uma velocidade inicial d
Na Fig. 8-49, um bloco desliza para baixo em um plano inclinado. Enqua
Uma criança que pesa 267   N desce em um escorrega de 6 ,  
Um operário empurra um caixote de 27   k g , com velocidade const
Em uma fábrica, caixotes de 300   k g são deixados cair verticalm
Um disco de shuffleboard de 0,42   k g está em repouso quando um
Você empurra um bloco de 2,0   k g contra uma mola horizontal, co
O cabo do elevador de 1800   k g da Fig. 8-54 se rompe quando o e
Um bloco de 0,50   k g é empurrado contra uma mola horizontal de
Subindo e descendo a colina. Uma rocha de 28,0   k g se aproxima
Uma partícula pode deslizar em uma pista com extremidades elevadas e u