Exercícios Resolvidos de Teorema de Thévenin e Norton

Livro Sadiku, 5ª edição, p.147, Problema prático 4.37

Determinar o equivalente de Norton em relação aos terminais a - b   no circuito mostrado na figura:

Passo 1

O circuito equivalente de Norton é igual ao da figura abaixo:

Então, precisaremos calcular I N e R N .

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Primeiro calcularemos o R N . Como ele é calculado da mesma forma que o R T h , vamos curto-circuitar a fonte de tensão e substituir a fonte de corrente por um circuito aberto:

Agora, ajeitando o circuito, ele fica assim:

Lembrando que R N é a resistência vista pelos terminais a - b . Portanto:

R N = 20 + 40 | | 12

R N = 60 × 12 60 + 12

R N = 10

Passo 3

Agora precisaremos calcular I N , que é a corrente que passa nos terminais a - b   quando este é curto-circuitado:

Passo 4

Podemos utilizar a transformação de fontes para facilitar o cálculo da corrente i s c :

De acordo com a transformação de fontes do circuito acima:

v = 40 × 2

v = 80   V

Passo 5

É importante lembrar que quando curto-circuitamos os terminais a - b a corrente passará toda pelo curto-circuito, que é um “caminho mais fácil” do que aquele com o resistor de 12   . Agora temos o circuito abaixo e finalmente podemos calcular a i s c :

Aplicando a LTK ao circuito acima:

- 120 + 20 i s c + 80 + 40 i s c = 0

60 i s c =   4 0

i s c = 0,6667   A

Logo, como a corrente de Norton é igual à de curto-circuito:

I N = 0,6667   A

Passo 6

Resposta

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas