Ainda vale a pena estudar para concurso público? Saiba mais!

Categories: EducaçãoPublished On: 3 de julho de 2021By
Compartilhe!

Será que ainda vale a pena estudar para concurso público? Desde a forte recessão econômica que abateu o Brasil em 2014, a torneira dos concursos públicos foi parcialmente fechada até os dias de hoje.

Assim, com um projeto de contenção de gastos para controlar o avanço da crise, as oportunidades para adentrar no serviço público por meio de processo seletivo frustraram grande parte dos concurseiros que sonham com a famosa estabilidade da carreira estatal.

Em meio a esse cenário tão pouco promissor, muitos candidatos encontram-se perdidos e inseguros quanto a suas escolhas. Será que realmente vale o esforço de dedicar tanto tempo assim aos estudos?

E para aqueles que já estão decididos a continuar na empreitada, como manter o foco e a concentração em meio à demora e ao baixo aceno dos governos para o lançamento de novos editais?

Vamos tentar solucionar algumas dessas dúvidas neste artigo. Leia até o fim para entender por que ainda vale a pena estudar para concurso! 

Por que ainda vale a pena estudar para concurso?

Se você perguntar para qualquer profissional já aprovado se vale a pena estudar para concurso público, a resposta dele vai ser categórica: sim, ainda vale muito a pena!

É verdade que o cenário em que vivemos traz muitos desafios, pois são vários os fatores, principalmente econômicos, que estão diminuindo a frequência de novos editais e previsões de novos processos seletivos.

Mesmo assim, tanto os períodos de seca quanto as fases de maior fartura, são cíclicas. Portanto, quem está estudando hoje com certeza sairá na frente daqueles que perderam o gás e abdicaram dos estudos em períodos mais incertos.

Entre os benefícios de continuar estudando para concurso, é possível destacar:

  • a dedicação a um tempo específico que visa a garantir mais conhecimento e aprendizado, independente de estar perto ou longe do processo seletivo;
  • a preparação mais a longo prazo, que colocará o candidato à frente de qualquer concorrente que preveja iniciar os estudos apenas com o anúncios dos concursos;
  • as dificuldades para abertura de vagas na iniciativa privada podem ser ainda maiores que no setor público.

Dessa forma, o tempo dedicado ao estudo, por mais que não haja data para novas provas no horizonte, é sempre proveitoso, pois é bom estar aberto para o conhecimento contínuo, independente do que seja.

Além disso, qualquer concurseiro sabe que deve estar sempre bem preparado, pois os calendários são imprevisíveis e quando menos se espera pode surgir a oportunidade de ingressar na sonhada carreira.

Por fim, vale salientar que, se em tempos de crise econômica as coisas estão difíceis para o setor público, a situação não seria diferente ou até pior para a iniciativa privada. Afinal, geralmente a carência de concursos de um lado também implica em escassez de emprego no outro extremo da balança.

Portanto, as dificuldades estão postas para todos e o que vale é a determinação, a força de vontade e a criação de condições necessárias para que você mantenha a disciplina e a motivação.

Nesse contexto, é preciso encontrar meios para manter o foco e não sair dos trilhos da árdua jornada da aprovação.

Como melhorar o rendimento nos estudos para concurso?

Cada candidato a uma vaga no serviço público possui suas particularidades e condições próprias. Alguns precisam conciliar estudos com trabalho e cuidado com os filhos, outros possuem bastante tempo livre para se dedicar integralmente à rotina de aprendizados.

Há também aqueles que demandam menos tempo para conseguir assimilar determinado conteúdo, enquanto outros, porém, sentem extrema dificuldade em decorar leis e fixar o aprendizado.

Portanto, cada um funciona de uma maneira diferente e deve procurar soluções que se encaixam perfeitamente com suas habilidades, estilo de vida e condições diversas.

Dessa forma, ainda vale a pena estudar para concurso quando o candidato consegue encontrar formas e metodologias de estudo que respondam às suas demandas.

Estabeleça um cronograma

Estabelecer um cronograma é uma estratégia vital, principalmente quando temos objetivos estabelecidos a longo prazo.  

Assim, tenha um plano de estudo que preveja metas diárias, semanais e mensais, pois consequentemente será mais fácil manter o foco e a concentração.

Uma metodologia de estudos bem definida também ajuda a disciplinar seu desempenho, tornando-o menos vulnerável a possíveis frustrações decorrentes da demora do anúncio de novos processos seletivos.

Método Pomodoro, ciclo de estudos e muitos outros: escolha o melhor método para você

Existem diversos métodos de estudos que otimizam a sua concentração e sua capacidade de assimilar o máximo de conteúdo em um menor intervalo de tempo.

O método Pomodoro, por exemplo, consiste na divisão do processo em intervalos de máxima concentração (o estudante define o tempo) intercalado com pequenos períodos de descanso, em que o estudante fica livre para olhar as redes sociais no celular, tomar um cafezinho ou qualquer outra atividade que o agrade.

Já o ciclo de estudos consiste em um método desenvolvido há mais de uma década e que comprovadamente vem ajudando os candidatos a realizarem o sonho de ingressar no serviço público. 

A técnica consiste em dividir o conteúdo em blocos relativos a cada matéria de acordo com as demandas de cada uma delas. Ele pode ser organizado em uma tabela para melhorar a visualização das metas, como mostra o exemplo a seguir:

Exemplo do método ciclo de estudos - Ainda vale a pena estudar para concurso público? - Blog do Responde Aí

Método ciclo de estudos organizado de maneira visual (Fonte: Estudaqui)

Esses são apenas alguns exemplos de métodos de estudo. Inclusive, há ferramentas disponíveis que podem te orientar a escolher o melhor método de acordo com suas personalidade.

 

Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia sempre pode ser usada a favor dos seus objetivos. Afinal, já existem aplicativos de estudos que podem ajudá-lo a otimizar automaticamente sua rotina de acordo com sua personalidade, necessidades do dia a dia e concurso dos seus sonhos. 

Essas ferramentas de educação oferecem, por exemplo:

  • plano de estudo personalizado;
  • controle de aprendizado e estatísticas;
  • motivação diária para bater metas;
  • e gestão de revisão e lembretes.

Portanto, seguindo o passo a passo de forma consistente e utilizando ferramentas que ajudam a gerir melhor seu aprendizado e o tempo dedicado a ele, é possível sim montar um cronograma de estudos  eficaz e condizente com seus objetivos.

Concluímos, no fim das contas, que ainda vale a pena estudar para concurso público. Basta manter a dedicação que as oportunidades naturalmente surgirão! 

Não importa se você trabalha, tem filhos, estuda só ou está matriculado no cursinho, há sempre um método compatível para você! Gostou das informações compartilhadas por nós? Diga para nós nos comentários abaixo!

Esse artigo foi escrito pela Estudaqui, empresa de Educação com soluções inteligentes para proporcionar um estudo de alto desempenho para que estudantes alcancem seus objetivos.

Leave A Comment