Responde Aí

Enunciado

Qual a diferença entre as abordagens clássica e estatística da termodinâmica?

Passo 1

Bom, primeiramente vamos discutir sobre a abordagem clássica. Sabemos que as substâncias são compostas por diversas partículas denominadas moléculas, certo? Assim, suas propriedades dependem do comportamento dessas partículas.

No ponto de vista desta abordagem, porém, não é necessário compreender como cada molécula atua. Imagine, por exemplo, um recipiente com um gás. A pressão do gás é causada devido à interação entre a substância e o recipiente. No entanto, para determinar a pressão dentro do recipiente precisamos somente medi-la, não precisamos analisar o comportamento das partículas. Nesse caso, podemos concluir que quanto maior a temperatura e a pressão, maior será a energia interna do gás. Belê?

Passo 2

Já na abordagem estatística, temos uma visão microscópica da coisa. Nela, consideramos o comportamento médio dos grupos de partículas.

Assim, voltando ao exemplo anterior, caso analisássemos o gás dentro de um recipiente nesta abordagem, seria necessário obter a média da agitação das moléculas do fluido. Como assim? Se de forma geral as moléculas possuem uma agitação alta, podemos concluir que a energia do fluido está alta.

Resposta

A termodinâmica clássica analisa o fluido por meio de observações experimentais, ou seja, obtendo as propriedades de maneira direta por meio de medidores. Na termodinâmica estatística a analise baseia-se no comportamento de grandes grupos de partículas microscópicas, para entender como suas interações afetam as propriedades dos fluidos.