Enunciado

Descreva sucintamente o procedimento de tratamento térmico mais simples que poderia ser usado para converter um aço contendo 0,76 % p C de uma microestrutura na outra, como segue:

(a) Cementita globulizada em martensita revenida

(b) Martensita revenida a perlita

(c) Bainita em martensita

(d) Martensita em perlita

(e) Perlita em martensita revenida

(f) Martensita revenida em perlita

(g) Bainita em martensita revenida

(h) Martensita revenida em cementita globulizada.

Passo 1

Faaala aê! Tudo bem? Neste problema, devemos descrever o tratamento térmico mais simples que seria necessário para converter um aço eutetóide de uma microestrutura para outra. Iremos utilizar a Figura 10.27 (pág. 315 ; 8 ª Ed.) para resolver as várias partes deste problema.

(a) Para converter cementita globulizada em martensita revenida, devemos austenitizar a uma temperatura de cerca de 760 ° C . Em seguida, temperar até a temperatura ambiente a uma taxa maior que cerca de 140 ° C / s e depois aquecer isotermicamente a uma temperatura entre 250 e 650 ° C .

(b) Para converter martensita revenida em perlita, devemos austenitizar a uma temperatura de cerca de 760 ° C e depois resfriar até a temperatura ambiente a uma taxa inferior a cerca de 35 ° C / s .

(c) Para converter a bainita em martensita, primeiro, devemos austenitizar a uma temperatura de cerca de 760 ° C e, em seguida, temperar à temperatura ambiente a uma taxa superior a cerca de 140 ° C / s .

(d) Para converter martensita em perlita, devemos austenitizar a uma temperatura de cerca de 760 ° C , depois resfriar até a temperatura ambiente a uma taxa menor que cerca de 35 ° C / s .

(e) Para converter a perlita em martensita revenida, devemos austenitizar a uma temperatura de cerca de 760 ° C , depois resfriar rapidamente até a temperatura ambiente, a uma taxa maior que cerca de 140 ° C / s . Em seguida, aquecemos isotermicamente a uma temperatura entre 250 e 650 ° C .

(f) Para converter a martensita revenida em perlita, devemos austenitizar a uma temperatura de cerca de 760 ° C , depois resfriar até a temperatura ambiente, a uma taxa inferior a cerca de 35 ° C / s .

(g) Para converter a bainita em martensita revenida, devemos austenitizar a uma temperatura de cerca de 760 ° C , depois temperar rapidamente à temperatura ambiente a uma taxa superior a cerca de 140 ° C / s e, em seguida, tratamos isotermicamente a uma temperatura entre 250 e 650°C.

(h) Para converter martensita revenida em cementita globulizada, devemos aquecer a cerca de 700 ° C por aproximadamente 20   h .

Resposta

Veja a resolução completa!

Exercícios de Livros Relacionados

O semicírculo com diâmetro P Q está sobre um triangulo isósceles P Q R para formar uma região com um formato de sorvete, conforme mostra a figura. Se A ( θ ) for a área do semicírc...
46. Determine as forças no elemento G C da treliça e indique que se ele está sob tração ou compressão.
Calcule o centroide da área a seguir em termos das variáveis dos raios:
Considere o trilho de uma estrada de ferro reta e horizontal com um vagão ferroviário de 50000kg se deslocando ao longo da linha férrea a uma velocidade constante de 15m/s. Determi...
Uma correia feita de material isolante, com 50   c m de largura, se move a uma velocidade de 30   m / s . A carga que a correia transporta até um aparelho de laboratório correspond...
Se A for uma matriz m × n e se o sistema linear A x = b for consistente com qualquer vetor b em R m , o que pode ser dito sobre a imagem de T A : R n → R m ?
(Requer cálculo) Seja V o espaço vetorial das funções reais com derivadas continuas de todas as ordens no intervalo   - ∞ ,   ∞ e W = F ( - ∞ ,   ∞ ) o espaço vetorial de todas as ...
Calcule a integral. ∫ z 3 e z   d z
Seja E uma matriz elementar 2 × 2 fixada. Decida se a fórmula T A = E A define um operador linear injetor de M 2 × 2 . Explique seu raciocínio.
Seja a um vetor em R 3 fixado. Decida se a fórmula T v = a × v define um operador linear injetor de R 3 . Explique seu raciocínio.
Em cada parte, determine se a multiplicação por A é uma transformação linear injetora. A = 1 - 2 2 - 4 - 3 6 A = 1 3 5 7 2 - 1 2 4 - 1 3 0 0 A = 4 - 2 1 5 5 3
Escreva cada combinação de vetores como um único vetor. P Q → + Q R → R P → + P S → Q S → - P S → R S → + S P → + P Q →