Polaridade das Moléculas

Resumo

Fala Aí, nós somos o Responde Aí, e nossa missão é ajudar você a mandar bem na sua prova.

Quando estudamos química aprendemos sobre como são formados os átomos, sobre a eletronegatividade de cada átomo, assim como as possíveis ligações que eles podem fazer entre eles. Nessa página vamos entender a polaridade das moléculas.

Vamos pensar num exemplo bem simples, a molécula d'água. A molécula d'água é uma molécula polar, isso acontece porque o oxigênio tem uma maior eletronegatividade que os hidrogênios e por isso atrai os elétrons para mais próximo dele. Isso cria uma desestabilidade de carga, o que gera uma molécula com uma região mais negativa que a outra.

Por causa desse comportamento, as moléculas de água tentam se manter "em formação", com os polos negativos atraindo os positivos e vice-versa. Por isso são formadas pontes de hidrogênio, entre um hridrogênio ($H^+$) de uma molécula, com oxigênio ($O^{-2}$) da molécula seguinte.

Podemos observar essa estrutura, na figura abaixo, onde os átomos vermelhos são o oxigênio, os cinzas claros são os hidrogênios e as pontes de hidrogénio são representadas pelo verde tracejado:

Então como podemos perceber, a polaridade gera dois polos na molécula. Um negativo, e um positivo que variam de acordo com a eletronegatividade que os átomos que formam a molécula possuem.

Existem também moléculas apolares, como o óleo, que não possuem essas diferença de cargas entre os polos, e possuem uma estrutura simétrica e por isso tem suas cargas distribuídas uniformemente. Por isso que a água não interage com o óleo, porque uma molécula é polar, enquanto a outra é apolar.

Confira o nosso site, para encontrar todo o conteúdo de Química necessário para você seguir confiante nesse semestre temos exercícios resolvidos, conteúdo em vídeo, aulões e muito mais.

Conteúdos Complementares

Conceitos de Interações Intermoleculares

Ligação de Hidrogênio Forças de London Hidrofilia

Tabelas de Interações Intermoleculares

Tabela de Solubilidade