Estequiometria

Resumo

Fala aí, se você está querendo saber sobre estequiometria é nessa página mesmo que você deve continuar!

Aqui nós vamos fazer uma introdução sobre a estequiometria e logo em seguida você encontrará conteúdos para você estudar tudo sobre esse assunto. Partiu?

A estequiometria nada mais é que a realização de cálculos para saber a quantidade das substâncias envolvidas em uma reação. Através desses cálculos estequiométricos nós podemos calcular quanto de produto será formado em uma reação se tivermos uma quantidade $x$ inicial de reagente, ou até quanto de reagente a gente precisa pra formar uma quantidade $y$ de produtos.

Esses cálculos são feitos baseados em duas leis, são elas:

  • Lei da conservação da massa: Em um sistema fechado, a massa total dos reagentes é igual a massa total dos produtos;
  • Lei das proporções constantes: Toda substância apresenta uma proporção em massa constante na sua composição. Por exemplo: uma molécula de água é formada por $2$ hidrogênios e $1$ oxigênio, então para formar $4$ moléculas de água, eu preciso de $8$ hidrogênios e $4$ oxigênios, sacou? A proporção é sempre a mesma na composição.

Vamos entender melhor essa estequiometria com um exemplo

EXEMPLO: Quantos mols de metano $(CH_4)$ deve reagir para formar $12~mols$ de gás carbônico $(CO_2)$ de acordo com a reação abaixo:

$$CH_4~+~2O_2~\longrightarrow ~CO_2~+~H_2O$$

1° PASSO: Balancear a equação

O número de um elemento nos reagente deve ser igual ao número de átomos do mesmo elemento nos produtos. Se olharmos para equação que nos foi fornecida, temos certinho o mesmo número de mols nos reagente e nos produtos de cada um dos elementos envolvidos.

Então está ok, a equação já está balanceada. Mas, caso não estivesse teríamos que balancear. Mas sem desespero, se você ainda não tem domínio sobre isso é só assistir esse vídeo aqui 👇🏽, que fala sobre balanceamento e vários métodos para fazer isso.

2° PASSO: Observar a equação balanceada e anotar a proporção entre reagente e produto

Se olharmos para equação dada no exemplo, que já está balanceada, e reparamos no reagente metano e no produto gás carbônico vemos que $1$ mol de metano reage e $1$ mol de gás carbônico é formado:

$$1~mol~CH_4~~~~------~~~~1~mol~CO_2$$

Isso é o que chamamos de estequiometria da reação.

3° PASSO: Montar regra de três e resolver

Dada a estequimetria de reação e a quantidade de mols de produto que o enunciado fornece a gente consegue montar uma regra de três, desse jeito aqui:

$$1~mol~CH_4~~~~------~~~~1~mol~CO_2$$
$$x~mol~CH_4~~~~------~~~~12~mol~CO_2$$

E agora temos que resolver essa regra de três:

$$x=12.1=12~mols$$

E assim temos que é necessário $12~mols$ de metano para formar $12~mols$ de gás carbônico.

E esse é o cálculo estequiométrico, não é nenhum bicho de sete cabeças, viu?

Agora que já está mais familiariado com esse assunto você pode continuar seu estudo e aprender muito mais sobre estequiometria com o Responde Aí. Logo aqui em seguida 👇🏽, nós temos um Raio-X, onde todo o conteúdo sobre estequiometria está bem separadinho, organizado e didático para o seu estudo ser bem eficaz, além de termos vários exercícios resolvidos passo a passo. Confere aí 😉

Raio-X

Livros Resolvidos

  • Princípios de Química: Questionando a Vida Moderna e o Meio Ambiente - Peter Atkins, Loretta Jones e Leroy Laverman
  • Conteúdos Complementares

    Conceitos de Estequiometria

    Reagente Limitante

    Fórmulas de Estequiometria

    Balanceamento de Reações Químicas