Enunciado

A curva em um circuito de velocidade tem raio de 300 m e velocidade de segurança de 192 km/h. (Ver no Problema Resolvido 12.5 para a definição da velocidade de segurança.) Sabendo que o carro de corrida começa a derrapar na curva quando viaja a uma velocidade de 288 km/h, determine (a) o ângulo de inclinação θ , (b) o coeficiente de atrito estático entre os pneus e a estrada sob as condições prevalentes, (c) a velocidade escalar mínima para a qual o mesmo carro poderia fazer a curva.

Passo 1

Borá lá gurizada, o enunciado pede que a gente determine o ângulo de inclinação θ , (b) o coeficiente de atrito estático entre os pneus e a estrada sob as condições prevalentes, (c) a velocidade escalar mínima para a qual o mesmo carro poderia fazer a curva, então segura na minha mão e vem começando a esboçar um diagrama de forças :D

Sabendo que o peso é dado por:

W = m g

E a Aceleração

a = v 2 ρ

Passo 2

Fazendo o somatório das forças do esboço anterior em x e y temos respectivamente:

Σ F x = m a x :         F + W sin ⁡ θ = m a cos ⁡ θ

F = m v 2 ρ cos ⁡ θ - m g sin ⁡ θ

Σ F y = m a y :         N - W cos ⁡ θ = m a sin ⁡ θ

N = m v 2 ρ sin ⁡ θ + m g cos ⁡ θ

Passo 3

  1. Ângulo de inclinação: Velocidade nominal v = 192 km/h = 53,33 m / s. F = 0 na velocidade nominal.
  2. 0 = m v 2 ρ cos ⁡ θ - m g sin ⁡ θ

    tan ⁡ θ = v 2 ρ g = ( 53,33 ) 2 300 10 = 0.96199

    θ = 43 . 47 °

    Passo 4

  3. a derrapar na curva.
  4. v = 288   k m /h = 80   m /s

    F = μ N         μ = F N = v 2 cos ⁡ θ - ρ g sin ⁡ θ v 2 sin ⁡ θ - ρ g cos ⁡ θ

    Substituindo os valores temos:

    μ = ( 80 ) 2 cos ⁡ 43 . 47 ° - 1000 10 sin ⁡ 43.47 ° ( 80 ) 2 sin ⁡ 43 . 47 ° + 1000 10 cos ⁡ 43.47 ° = 0.39009

    Passo 3

  5. Velocidade mínima.

F = - μ N

- μ = v 2 cos ⁡ θ - ρ g sin ⁡ θ v 2 sin ⁡ θ - ρ g cos ⁡ θ

v 2 = ρ g sin ⁡ θ - μ cos ⁡ θ cos ⁡ θ + μ sin ⁡ θ

Substituindo os valores:

= 1000 10 sin ⁡ 43.47 ° - 0.39009 cos ⁡ 43.47 ° cos ⁡ 43 + 89 ° + 0.39009 sin ⁡ 51.875 °

v = 126   k m / h

Resposta

a )   θ = 43 . 47 °

b )   μ = 0.390

c )   v = 126   k m / h

Exercícios de Livros Relacionados

Em um cruzamento, o carro B ia para o sul e o carro A viajava 30° para nordeste, quando se envolveram em uma colisão. Pela investigação, soube-se que, após a batida, os dois carros...
Duas esferas idênticas A e B, cada uma com massa m, estão conectadas por uma corda inextensível e não elástica de comprimento L, e em repouso a uma distância a uma da outra sobre u...
Um pacote de 20 kg está em repouso sobre um plano inclinado quando uma força P é aplicada sobre ele. Determine a intensidade de P no caso de serem necessários 10 s para o pacote pe...
A bala B tem massa de 15 g e os blocos A e C de 1,5 kg. O coeficiente de atrito entre os blocos e o plano μ k = 0,25. Inicialmente a bala está se movendo em v 0 e os blocos A e C e...
Um caminhão-baú está viajando a 96 km/h quando o motorista aciona os freios. Sabendo que as forças de frenagem do caminhão e do baú são de 18 kN e 68 kN, respectivamente, determine...
Como parte de uma exposição ao ar livre, um modelo C da Terra de 6 kg está preso aos fios AC e BC e gira a uma velocidade escalar constante v no círculo horizontal mostrado na figu...
Resolva o Problema 13.136, considerando que o peso do bloco é 17,84 kg.
Um bloco de 12,74 kg em repouso é acionado por uma força P que varia como mostrado na figura. Sabendo que os coeficientes de atrito entre o bloco e a superfície são μ s = 0,50, μ k...
Um bloco B de 6 kg descansa em um suporte A, como mostrado na figura. Os coeficientes de atrito são μ s = 0,30 e μ k = 0,25 entre o bloco B e o suporte A e não há atrito na roldana...
Uma pequena esfera B de massa m é presa em uma corda inextensível de comprimento 2a, que passa em torno da cavilha A e é presa no suporte fixo O. A esfera é mantida próxima ao supo...
Os blocos A e B têm massa de 20 kg cada, o bloco C de 14 kg e o bloco D de 16 kg. Sabendo a força para baixo de intensidade de 10 g é aplicado no bloco B, e que sistema inicia em r...