Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Escreva as funções na forma y = f ( u ) e u = g ( x ) . Em seguida, determine d y / d x em função de x .

y = c o t g π - 1 x

Passo 1

Agora sim os exercícios começam a ficar mais interessantes! Precisamos pegar a nossa h ( x ) dada e, a partir dela, obter funções f ( u ) e g ( x ) tais que:

h x = f ∘ g x = f g x

Desta forma, precisamos visualizar a nossa função h como uma função composta! Somente a partir disto, poderemos determinar corretamente quem é d y / d x , pois, como esta é uma função composta, ao derivarmos ela, conforme a regra da cadeia, teremos a seguinte relação:

d y d x = h ' x = f ' g x ⋅ g ' ( x )

Portanto, somente após descobrirmos quem é f ( u ) e g ( x ) poderemos derivar estas funções e aplicar corretamente a regra da cadeia.

O procedimento para a obtenção das funções f e g é tentar transformar o termo “mais interno” da nossa h em u = g ( x ) . Ao fazermos esta substituição, obteremos então a função f ( u ) . Complicado isto? Não se assuste, vamos para a questão que verá que é bastante fácil!

Passo 2

Vamos começar por determinar quem é f ( u ) e g ( x ) . Vejamos a nossa função dada:

y = c o t g π - 1 x

O termo “mais interno” é π - 1 x . Se fizermos u = g x = π - 1 x e substituirmos na função acima, obtemos:

y = c o t g u

E é assim que conseguimos separar uma função composta! Simples, não é? Portanto, as nossas funções f e g são:

f u = c o t g u

g x = π - 1 x

Passo 3

Agora que determinamos quais são as funções f e g , podemos enfim começar a determinar a derivada d y / d x . Vamos começar por determinar a derivada da função f ( u ) . Sendo assim, temos:

y ' = f ' u = c o t g u '

y ' = - c o s s e c 2 u

Passo 4

Vamos determinar agora a derivada da função g ( x ) . Sendo assim, temos:

u ' = g ' x = π - 1 x '

g ' x = 1 / x 2

Passo 5

Vamos fazer a composição de f ' u com g ( x ) , isto é, obter f ' g x . Para isto, basta substituir g x = π - 1 x em todo u na função f ' ( u ) . Portanto, temos:

f ' g x = f ' π - 1 x = - c o s s e c 2 π - 1 x

f ' g x = - c o s s e c 2 π - 1 x

Passo 6

O que nos falta é multiplicar f ' g x por g ' ( x ) para obtermos a derivada d y / d x . Portanto, a resposta final do nosso problema é:

d y d x = - c o s s e c 2 π - 1 x ⋅ 1 x 2

Resposta

d y d x = - c o s s e c 2 π - 1 x ⋅ 1 x 2

Exercícios de Livros Relacionados

Encontre a derivada da função. y = 2 sen ⁡ π x
Encontre a derivada da função. y = x 2 + 1 x 2 - 1 3
Encontre a derivada da função. y = r r 2 + 1
Encontre a derivada da função. y = cos ⁡ sen ⁡ tg ⁡ π x
Encontre a derivada da função. y = x + x + x