Juros Composto

Resumo

No sistema financeiro, principalmente quando fazemos empréstimos, muitas vezes são cobrados juros compostos, e para calcular esse valor podemos utilizar a fórmula:

M = P . 1 + i n

  • M é o montante, ou o valor acumulado após a aplicação do juros composto no período determinado
  • P é o capital inicial, ou o valor inicial
  • i é a taxa de juros
  • n é o tempo (anual/mensal) em que foi aplicada a taxa

Para que serve?

O juros compostos é muito útil para prever o rendimento de aplicações em bancos que possuem uma taxa fixa. Bora fazer um exemplo para deixar tudo bem claro!

Calcule o lucro de um capital inicial com um valor de 6000   reais, aplicado em uma poupança com uma taxa de 3,5% ao mês, durante 1 ano.

Vamos primeiro calcular o montante que vai ser gerado com esses valores:

M = P . 1 + i n

M = 6000 . 1 + 0,035 12

Repare, que 1 ano, representa para gente 12 meses, por isso n = 12 . Logo:

M = 6000 . 1,035 12

M = 9066,42

Logo acumulamos na poupança em 12   meses, R $   9066,42 . Para calcularmos o lucro, podemos diminuir do montante M , o valor inicial P .

L = M - P

L = 9066,42 - 6000

L = 3066,42

Conteúdos Complementares