Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Duas partículas colidem entre si, uma das quais estava inicialmente em movimento, e a outra, parada.

  1. É possível que ambas fiquem em repouso após colidirem? Dê um exemplo em que isso ocorra ou explique por que isso não acontece.
  2. É possível que uma das partículas fique em repouso após a colisão? Dê um exemplo em que isso ocorra ou explique por que isso não acontece.

Passo 1

  1. Sim, é possível. Isso, no caso de uma colisão perfeitamente inelástica, em que os corpos que colidem passam a se tornar algo como um só corpo.
  2. Mas isso vai ocorrer somente em casos “limite”, em que uma das partículas tem massa consideravelmente muito maior que a outra. Assim, quando ocorre a colisão, o momentum do corpo formado pelas duas partículas unidas é muito baixo pra vencer a inércia do corpo e dar início ao movimento.

    Passo 2

  3. Também é possível, mas, agora, no caso de uma colisão perfeitamente elástica, em que os corpos colidem e ricocheteiam um no outro.

Vai ocorrer de um dos corpos ficar parado também no caso “limite” em que a massa desse corpo for muito maior do que a do outro. A velocidade que o corpo de maior massa em tese ganharia pela conservação do momentum é muito baixa pra vencer a inércia do corpo. Assim, não se verifica movimento.

Exercícios de Livros Relacionados

Na Fig. 9-63, o bloco 1 (com uma massa de 2,0   k g ) está se mov
Uma colisão frontal perfeitamente inelástica ocorre entre duas bolas d
Um vagão fechado em um pátio de manobras é colocado em movimento no to
Uma bala de 10,0   g é disparada e entra em um bloco de madeira d
Duas lontras brincalhonas deslizam ao encontro uma da outra sobre uma