Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Luz branca incide em um ângulo de 30 ° com a normal a um plano que tem um par de fendas separadas por 2,50   μ m . Quais comprimentos de onda na região do visível dão máximos de interferência na luz transmitida na direção normal ao plano? (Veja o Problema 38.)

Passo 1

Meus amigos e minhas amigas!

Para encontrar os comprimentos de onda na região do visível que dão máximos de interferência na luz transmitida, podemos proceder da seguinte forma:

Relacionar as duas equações:

∆ l = d s e n α + d s e n ( θ )

∆ l = m λ ; c o m   m   i n t e i r o

Passo 2

Vamos dar início:

∆ l = d s e n α + d s e n ( θ )

∆ l = m λ ; c o m   m   i n t e i r o

Vamos igualar as equações:

d s e n α + s e n θ = m λ

λ = d s e n α + s e n θ m

Vamos considerar θ = 0 :

λ = d s e n α m

Vamos aplicar os valores fornecidos:

λ = 2.50   μ m ∙ s e n 30 ° m

Analisando a tabela:

Constatamos que 625 nm e 417 nm são comprimentos de onda na região do visível que fornecem máximos de interferência na luz.

Resposta

625 nm e 417 nm

Exercícios de Livros Relacionados

Dois raios luminosos, inicialmente em fase e com um comprimento de ond
Um experimento de dupla fenda produz franjas claras para a luz do sódi
Um padrao de interferincia de fenda duplaeformado usando luz de laser
Um padrao de interferencia de fenda duplaeformado usando luz de laser
Um padrao de interferencia de fenda dupla e formado usando dois lasers