Entrada de dados

Teoria Completa

Importância da entrada de dados

Fala aí, cara! Se liga no que a gente vai fazer hoje: aprender a perguntar coisas pro usuário do nosso programa. Mas antes que você se pergunte qual a utilidade e a importância da entrada de dados, eu adianto pra você!

Olha, imagina que você fez um programa pra automatizar o trabalho de uma secretária desastrada na sua empresa. Bom, nem sempre o trabalho dela é exatamente igual. Se você parar pra pensar, se toda vez que ela quisesse alterar alguma coisa, chamasse você, o criador do código, pra editar o programa pra ela seria bem chato e pouco produtivo, né?

Então... A entrada de dados é fazer perguntar pro usuário do programa. Assim,a gente consegue fazer com que o nosso programa tenha diferentes respostas dependendo dos dados fornecidos pelos usuários.

Calma, na prática você vai entender melhor, eu prometo!

Revisão de variável

Mas segura aí! Antes da gente começar nossa nova jornada, eu queria te lembrar sobre o que são variáveis: são como caixinhas onde a gente consegue armazenar alguns valores, como números ou textos, e deixar guardados até que a gente precise usar.

Assim que a gente quiser usar, podemos utilizar o nome da variável pra alcançar o valor que tem dentro dela, beleza? Se liga num exemplo de uso de uma variável:

Nesse exemplo a gente criou uma variável chamada minha_variavel e colocou dentro dela o valor 3.14, que é uma aproximação do número Pi. Logo depois, a gente usou o comando print, com a variável criada dentro dos parênteses. Esse comando diz pro Python exibir na tela os dados que foram passados como parâmetro. Nesse caso, ao executar esse programa, seria exibido o número 3.14.

Agora que você lembrou o que é variável e o comando print, vou te apresentar uma nova função, chamada input().

Usando a função input()

Pra usar esse comando você precisa passar a pergunta que você quer fazer ao usuário como parâmetro do comando, e então esse comando vai retornar a resposta do usuário. Olha um exemplo:

O resultado desse programa vai ser a resposta do que o usuário digitou durante a pergunta. Por exemplo, se o usuário digitou que tem 15 anos, esse valor, 15, vai ser guardado na variável idade_do_usuario.

Depois disso, o comando print vai exibir o valor armazenado dentro dessa variável, que é o 15.

Ok, confesso que esse programa não é muito útil pra uma secretária, mas eu consegui te mostrar que a gente pode fazer nosso programa ser interativo, viu? Uma parte importante que eu queria ressaltar é que a pergunta dentro do input tem que estar entre aspas, beleza?

O uso do comando input é muito importante e com certeza vai cair na sua prova, cara! Então bora fazer exercício de fixação?! Te espero lá!!! Valeuuuu

Expandir

Exercício Resolvido #1

PUC-Rio - Adaptado

A Terra gira em torno do Sol a 30 km/s. Escreva um programa que exiba a distância (em metros) que será percorrida pela Terra em t horas. O valor de t será fornecido via teclado.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 1

Fala aí!!! Vamo resolver esse exercicio da PUC-Rio que envolve alguns cuidados com as unidades. O enunciado quer que o usuário forneça uma quantidade de horas e a gente precisa calcular quantos metros foram percorridos pela terra, sabendo que a velocidade da terra é de 30km/s.

Em primeiro lugar, queria te lembrar que questões de programação tem várias respostas possíveis! O importante é o programa retornar a resposta certa, e de forma enxuta e eficiente, beleza? Fica tranquilo se a sua resposta estiver diferente da minha! Isso não significa que tá errado.

Mas vamo lá! Agora a gente precisa pensar num passo a passo que resolveria nosso problema. Primeiro, a gente pede pro usuário o número de horas, depois, a gente converte esse tempo pra segundos e vê quantos km foram percorridos.

Quando a gente souber o número de segundos percorridos, a gente exibe pro usuário! Então, fica assim:

  1. Perguntar o número de horas pro usuário
  2. Converter o tempo de horas fornecido pelo usuário pra segundos
  3. Calcular quantos quilômetros foram percorridos
  4. Converter esses quilômetros pra segundos
  5. Exibir o valor calculado no passo 4

Então vamo lá calcular, de um em um!

No primeiro passo a gente lembrar do comando input(), que faz pergunta pro usuário. A gente precisa saber o número de horas que a gente quer calcular e armazenar numa variável chamada t, assim como manda o enunciado. Então:

Agora vambora bater um papo sobre o que ta acontecendo aqui, A gente tá usando o comando input() pra fazer uma pergunta pro usuário, e depois estamos transformando a resposta do usuário pra um número inteiro com o comando int().

Por padrão, quando a gente faz uma pergunta pro usuário, a resposta retornada pelo comando input() é um texto. Porém, não é possível fazer contas com texto, né?? Pra gente fazer contas, antes a gente precisa converter esse valor pra números. Por isso, a gente colocou o comando input() dentro do comando int(), beleza???

Vamos pro segundo passo agora!

Passo 2

Agora, a gente precisa converter esse número de horas que a gente acabou de pegar do usuário e transformar pra segundos. Pra isso, vamos criar uma variável chamada “segundos_totais” e guardar dentro dela o número de segundos correspondentes às horas que estão salvas na variável t.

Mas calma, vai ser de boa! Mas antes disso, a gente precisa pensar sobre quantos segundos são equivalentes a uma hora... Hmmmm

Bom, uma hora tem 60 minutos e um minuto tem 60 segundos. Com isso, a gente conclui que uma hora tem 60*60 = 3600 segundos! Ou seja, se a gente multiplicar o número de horas por 3600, a gente vai obter o número de segundos. Olha:

Agora que a gente já tem o tempo em segundos, pro passo 3!!!

Passo 3

Pô, o enunciado diz pra gente que a velocidade da terra girando em torno do sol é de 30km/s, né? Significa que a cada segundo, são percorridos 30 km, certo?? Então! A gente já tem a quantidade de segundos. Pra gente calcular a quantidade de quilômetros, a gente pode fazer uma regra de três e calcular:

Fazendo a multiplicação cruzada, a gente conclui que o número de km percorrido é igual:

Passando isso pra nossa querida linguagem Python:

Aí sim!! Agora a gente tem o número de quilômetros percorridos no tempo t, fornecido pelo usuário! Agora, bora converter pra metros??

Passo 4

O número de quilômetros totais a gente já tem! Mas no enunciado pede o espaço percorrido em METROS! Não sei se você lembra, mas cada 1km tem 1000 metros.

Sabendo disso, a gente pode multiplicar o número de km que a gente tem na variável quilômetros_totais por mil. Então vamos lá!

Olha, a gente criou uma variável chamada “metros_percorridos” e colocou dentro dela o número de metros, calculando a multiplicação dos quilômetros_totais por 1000, beleza???

Agora, só falta a gente exibir o resultado final!!! Bora lá?

Passo 5

Sempre que a gente precisa exibir algo, a gente precisa lembrar do comando print(), que exibe na tela o que for passado como parâmetro, ou seja, o que estiver entre os parênteses.

Nesse caso, como a gente quer exibir o número guardado na variável “metros_percorridos”, a gente vai usar o comando:

Olha, aqui a gente tá exibindo o valor guardado em metros_percorridos. Respondi a pergunta do comando input() com o valor 12 e apertei enter. O resultado do meu programa foi esse:

Olha que delícia!!! Muito bom quando o programa funciona, né? Hahah Mais uma questão pra conta! Valeuuu

Resposta

Exercício Resolvido #2

UFRJ

Faça um programa que leia o raio e a altura de um cilindro reto e imprima as áreas da base, lateral e total de um cilindro reto.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 1

Coeee, comandante! Nesse exercício aqui a gente precisa lembrar lá da matemática as fórmulas de geometria do ensino médio.

Se tu não lembra, relaxa! Vem comigo que é sucesso.

Vamos, primeiramente, lembrar o que é um cilindro. Imagina um círculo. Imaginou? Agora imagina se esse círculo tivesse uma altura... Foi? Mentalizou? É um bagulho +/- assim:

Agora que você lembrou o que é um cilindro, vamos definir um passo a passo que resolve nosso problema:

  1. Perguntar pro usuário o raio da base e a altura do cilindro
  2. Calcular a área da base
  3. Calcular a área da lateral
  4. Exibir pro usuário a área da base, a área da lateral e a área total

Então vamo lá, vamos começar perguntando pro usuário qual o raio da base e a altura do cilindro. Pra perguntar alguma coisa pro usuário, a gente usa o comando input().

Como os valores de raio e altura são valores reais (número com vírgula), a gente vai converter a resposta do comando input() pra um valor real. Em Python, números reais têm o nome de float. Vamo lá:

Assim, a gente converte o valor das respostas do usuário pra números reais. Agora, bora pro segundo passo??

Passo 2

Cara, agora que tu visualizou o que é um cilindro, tu já deve ter visto que a base é um círculo. E a gente sabe calcular a área do círculo, né?

Ou seja, pra calcular a área da base a gente só precisa do raio da base. E isso a gente tem, né? Esse número foi dado pelo usuário. Então, vamos criar uma variável e guardar dentro dela o resultado dessa continha:

Lembra do operador **? Esse é o operador de exponenciação. Ou seja, a gente pegou o número Pi (3.14) e multiplicou pelo raio ao quadrado. O resultado dessa conta vai ficar salvo na variável area_base.

Partiu passo 3?

Passo 3

Agora que a gente já calculou a área da base, a gente precisa calcular a área da lateral também. Se você lembra bem, a área da lateral do cilindro é dada por:

Então, bora calcular:

Assim, a gente criou uma variável chamada area_lateral e salvou dentro dela a área da lateral desse cilindro. Partiu passo 4!!

Passo 4

Agora a gente precisa exibir o valor das áreas do passo 2 e 3, e depois exibir a soma desses depois.

Pra gente exibir algo pro usuário, a gente precisa usar o comando print(), passando como parâmetro os dados que a gente quer exibir. Vamo lá!

A gente usou o comando print() três vezes, pra exibir um dos dados de cada vez. Repara que a gente, no terceiro print, fez a soma direto dentro da função.

Também podia ter criado mais uma variável pra guardar a soma, mas é legal você lembrar que não existe só uma forma de fazer! Em programação, existem várias respostas certas, beleza???

Agora bora testar nosso programa:

Eu digitei 2 pra base e 3 pra altura, e o resultado foi esse aí. Nosso programa tá funcionando, e a gente pode executar de novo com valores diferentes, beleza?

Valeu!!

Resposta

Exercício Resolvido #3

UFF, adaptado.

Elabore um programa em Python que calcule e exiba o resultado de n x , onde n e x podem assumir valores reais positivos. Como caso de teste desse programa, se n = 2 e x = 3 , o resultado impresso deve ser 8.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 1

Fala aí, mano!! Bora resolver mais um exercício de prog!! Nessa questão a gente precisa ler dois números e salvar em variáveis chamadas n e x. Depois, a gente exibe o resultado de n elevado a x. Bora pro nosso passo a passo.

  1. Perguntar pro usuário o valor de n e x
  2. Calcular o valor de n elevado a x
  3. Exibir pro usuário o resultado da conta

Então vamo lá! Pra resolver a primeira parte a gente tem que usar o comando input() e converter o resultado desse comando pra um valor real (float). O comando input() é usado pra fazer perguntas pro usuário do programa, e a pergunta é passada como parâmetro dentro dos parênteses. +/- assim, olha:

O comando input() ficou dentro do float(), que é usado pra converter o texto passado pelo usuário pra float, ou seja, número real em Python. Opa! Primeira etapa concluída! Vamos pra segunda...

Passo 2

Agora a gente precisa calcular o valor de n elevado a x. Vamos criar uma variável e colocar dentro dela o valor do resultado dessa continha:

Talvez você tenha esquecido, mas o operador ** significa exponenciação. Ou seja, a terceira linha deste código diz que o será armazenado numa variável chamada “resultado” o resultado de n elevado a x. Ok, agora só falta a gente exibir...

Passo 3

Agora a gente só precisa exibir o resultado dessa conta, que ficou guardado na variável “resultado”. Pra isso, a gente vai usar o comando print(), passando como parâmetro o valor que a gente quer exibir.

Agora bora executar pra testar...

Usei os valores fornecidos pra teste pelo enunciado (2 pra n e 3 pra x). O resultado foi igual ao do enunciado também (amém!).

É muito comum os enunciados das provas passarem alguns dados pra gente usar pra testes depois de desenvolver o programa! Quando tiver, a gente testa com eles, beleza? Se tiver tudo certo, então o programa tá certinho!

Valeuuu

Resposta

Exercício Resolvido #4

USP

Dado um número inteiro positivo n, calcular a soma dos n primeiros números inteiros positivos.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 1

Fala aí, cara!! Pra resolver nossos exercícios de prog a gente sempre começa com o ritual de definir um passo a passo que resolve nosso problema, beleza? Vamo lá

Por isso, nosso passo a passo vai ser definido por:

  1. Perguntar ao usuário um número inteiro positivo.
  2. Calcular a soma de todos os primeiros números até n.
  3. Exibir o resultado da conta do passo 2.

Na primeira etapa a gente vai perguntar pro usuário um valor inteiro pra ser o n da nossa questão. Vamos lá:

Passo 2

Agora no segundo passo, a gente precisa buscar no fundo dos nossos sentimentos as fórmulas de PA que a gente usava no ensino fundamental. Lá a gente usava uma fórmula de soma de progressões aritméticas, que era assim:

Onde n1 é o primeiro termo da sequência e n2 o último. No nosso caso, n1 vai ser 1 sempre. Olha, se n for igual a 5, a nossa sequência seria 1+2+3+4+5. Viu? Independente de qual seja o valor do n, n1 sempre vai ser no 1. Além disso, n2 vai ser igual ao n, pois todos os inteiros positivos começam no 1 e terminam no número de elementos da sequência.

Pra você entender melhor, pense comigo: quantos números inteiros e positivos têm entre 1 e 5?? É! São cinco mesmo. Entre 1 e 7, são 7. Entre 1 e 80, são 80 mesmo. Entendeu a lógica? Kkk

Pra aplicar essa fórmula aqui, a gente pode fazer assim:

Ufa! Depois de tantos anos usar essa formula de novo é osso. Mas conseguimos! Vamos seguir pro passo 3...

Passo 3

Agora, a gente precisa exibir o resultado que tá guardado na variável “soma”. Pra isso, vamos usar o comando print(). A gente só precisa passar a soma como parâmetro da função pra que ela seja exibida quando a gente executar o código, então vamos aos códigos!

Agora vamos executar pra testar! Eu testei com o número 10, e o resultado foi 55.

E tá certinho! Se a gente for na calculadora e fizer 1+2+3+4+5+6+7+8+9+10, realmente vai dar 55! hahaha.

Missão concluída, galera! Valeuuuu

Resposta

Exercício Resolvido #5

PUC-Rio

A Terra gira em torno do Sol a 30 km/s. Escreva um programa que exiba a distância (em km) que será percorrida pela Terra em t horas. O valor de t será fornecido via teclado.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 1

E aí, doido! Beleza?? O exercício tá falando pra gente que o valor de t deve ser fornecido via teclado.

Mas calma! Vamos fazer uma coisa de cada vez. Nosso passo-a-passo tem que ficar mais ou menos assim:

  1. Perguntar o valor de t
  2. Transformar o valor de t pra segundos
  3. Multiplicar por 30
  4. Exibir o resultado

A gente precisa perguntar pro usuário o valor de t. E perguntar pro usuário nos lembra uma coisa... Isso! A função input().

Com isso, bora fazer nosso primeiro passo no editor de código.

Repara que a gente usou a função int() ali na frente. Isso é porque quando a gente pergunta alguma coisa pro usuário, a resposta vem em texto (mesmo que o usuário digite somente números). Por isso, a gente precisa converter do tipo string (texto) pra int (número inteiro).

Beleza! Agora vamos ao segundo passo!

Passo 2

Agora a gente precisa transformar de horas pra segundos o valor que a gente tem armazenado em t. Olha, cada hora tem 60 minutos, e cada minuto tem 60 segundos. E 60 * 60 é 3600!

Com isso, pra converter de horas pra segundos, a gente pode multiplicar por 3600!

Se liga no que a gente fez aqui! A gente pegou o valor que já tava dentro da variável t, multiplicou por 3600 e colocou o resultado dentro da variável t. Ou seja, atualizamos o valor da variável! Agora a variável t guarda o tempo em segundos, sacou?

Partiu terceiro passo.

Passo 3

Agora que a gente sabe quantos segundos se passaram, e a gente sabe que a cada segundo a terra gira 30km, então, vamos fazer a famigerada regra de 3.

Acontece que o valor de t a gente já tem (salvo na variável t mesmo).

Então, o número de km é:

Show! Na matemática a gente já resolveu, então bora passar isso pra Python:

Criamos uma variável chamada x e colocamos dentro dela o espaço percorrido. Agora a gente só precisa exibir esse resultado pro usuário, no próximo passo.

Passo 4

Quando a gente quer exibir alguma coisa pro usuário, a gente pensa logo na função print().

A função print(), especificamente, junta todas as informações que forem passadas, separadas por vírgulas, e exibe uma do lado da outra. Ou seja, neste código, o print vai exibir o valor dentro de x e o texto “quilômetros foram percorridos!” do lado. Olha:

Eu escrevi o 3 e apertei enter. A resposta for 324000 quilômetros! Ufa, resolvemos mais um!!

Resposta

Exercício Resolvido #6

Elaboração Própria

Calcule e exiba a posição do vértice de uma função do segundo grau, como no formato abaixo.

Sendo a, b e c números reais fornecidos pelo usuário.

Obs: teste seu programa com os seguintes dados

a = 1

b = -4

c = 3

O resultado deve ser (2.0, -1.0)

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 1

E ai, carinha que mora logo ali! Pra resolver esse exercício, a gente precisa saber as fórmulas da posição do vértice. Bom... Primeiro, vamos nos lembrar o que é o vértice de uma função do segundo grau?!

Olha! O vértice é o ponto mais baixo da parábola côncava pra baixo. Ou o mais alto, caso seja côncava pra cima, igual tá aqui embaixo.

Show! Nosso passo a passo pra resolver esse problema vai ser esse:

  • Pedir pro usuário os valores de a,b e c.
  • Calcular a coordenada x
  • Calcular a coordenada y
  • Exibir pro usuário
  • Testar nosso programa

Bora fazer o primeiro passo. Pra perguntar algo pro usuário usamos sempre a função input(). Mas como a gente quer números reais, a gente precisa, automaticamente, converter o valor dado pelo usuário pra um valor real (lembra que a função input() sempre retorna texto?).

Beleza! Já pegamos os valores. Vamos partir pro segundo passo agora.

Passo 2

Primeiramente, a gente precisa das fórmulas pra achar os pontos do vértice. Vou adiantar pra você quais são:

Essas fórmulas são deduzidas a partir da derivada da função, mas isso é assunto pra cálculo. Aqui a gente vai só usar elas, beleza?

Nesse caso, vamos começar fazendo o x em python. Fica assim:

Repara que a gente teve que colocar parênteses ali, se não o resultado ia ficar diferente do que a gente espera. Nunca podemos esquecer das precedências, beleza?? Na dúvida, o macete é meter parênteses onde a gente quer que a conta seja feita primeiro.

Beleza! Bora pro próximo passo.

Passo 3

Aqui a gente vai descobrir o y, usando a fórmula abaixo:

Mas pra usar ela, a gente também precisa lembrar da fórmula do delta, lá do ensino médio. É assim:

Então, na verdade a gente precisa fazer o delta pra depois fazer o y. Vamos ao código!

Mais uma vez a gente teve que usar os parênteses ali! Lembra da dica: na dúvida, mete parênteses. Hahaha

Agora, bora mostrar o resultado pro nosso querido usuário!

Passo 4

Quando a gente quer exibir alguma coisa pro usuário, a gente precisa usar a função print(), nossa amiga de todas as horas!

Aqui a gente usou vírgulas pra exibir diferentes dados, um do lado do outro. Só na função print() dá pra fazer isso, ok?? Show! Bora testar!

Passo 5

Cara, agora a gente precisa testar pra ver se ta tudo certo. O ideal é a gente testar todos os programas, é claro! Mas principalmente quando o enunciado te dá informações de testes. Essas informações não vão pra correção, mas auxiliam a gente a achar possíveis erros no nosso código. Então vamos ver se ta tudo certo!

Executando nosso programa, e digitando os coeficientes do enunciado, o resultado foi esse aqui:

E, pra nossa alegria, bateu com o teste dado pelo enunciado!! Então, ufa! Terminamos!!

Valeu!

Resposta

Exercício Resolvido #7

Python Brasil

Faça um programa para uma loja de tintas. O programa deverá pedir o tamanho em metros quadrados da área a ser pintada. Considere que a cobertura da tinta é de 1 litro para cada 6 metros quadrados e que a tinta é vendida em latas de 18 litros, que custam R$ 80,00 ou em galões de 3,6 litros, que custam R$ 25,00.

Informe ao usuário as quantidades de tinta a serem compradas e os respectivos preços em 3 situações:

  • comprar apenas latas de 18 litros;
  • comprar apenas galões de 3,6 litros;
  • misturar latas e galões, de forma que o preço seja o menor. 
MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 1

E aí, galeraaa! Beleza? Esse tipo de exercício tem a cara de que poderia cair na sua prova. Hahaha

Vamo lá, um passo de cada vez. A primeira coisa que a gente tem que fazer, como sempre em programação, é pensar sobre um passo-a-passo que resolve o nosso problema. Vamo lá!

  • Perguntar pro usuário as medidas
  • Calcular quantos litros são necessários
  • Calcular o custo usando apenas latas
  • Calcular o custo usando apenas galões
  • Calcular o custo usando a combinação de latas e galões
  • Exibir pro usuário os custos calculados

Show! Pra perguntar pro usuário a gente tem que usar a função input(). Porém, a função input() sempre retorna texto, lembra? A gente precisa converter o resultado pra número real. Então, bora perguntar a medida pro usuário usando o seguinte código:

Show! Agora já temos a medida. Vamos pro próximo passo!

Passo 2

Agora, a gente precisa calcular quantos litros de tinta a gente precisa pra pintar toda a medida que o usuário forneceu. Bora pra famosa regra de 3!

Nesse caso, a gente já tem a variável medida! Então, nossa matemática vai ficar assim:

Agora a gente só precisa passar pra Python! Fica assim:

Beleza! Já temos a quantidade de tinta necessária pra pintar a parede do cliente! Agora vamos calcular os preços. Partiu passo 3!

Passo 3

Aqui, a gente precisa calcular quantas latas de 18 litros a gente precisa pra pintar tudo. Pra isso, a gente pode dividir o número de litros que a gente precisa por 18, aí vamos obter o número de latas, certo?

Bom, só tem um problema. Se a gente só dividir por 18, pode ser que a gente encontre como resultado uma fração. Porém, não tem como a gente comprar meia lata de tinta, concorda comigo? Por isso, a gente precisa somar 1 no resultado final. Calma, vou te dar exemplos.

Se a gente precisa de 15 litros, nossa conta 15//18 (divisão inteira) vai dar 0. Porém, com zero latas não dá pra gente pintar, né? Hahaha

Em outro caso, 22 litros. 22//18 vai dar 1. Mas na verdade, a gente precisa de um pouco mais de uma lata, concorda??

Na verdade, como não podemos fracionar nossa lata, sempre temos que arredondar pra cima! Faremos isso somando 1!

Show! Já sabemos o número de latas! Agora vamos calcular o número de galões.

Passo 4

Pra calcular o número de galões, a lógica é exatamente a mesma! Não podemos fracionar os galões, então também precisamos sempre arredondar pra cima! Em python:

Pronto! Agora já temos a quantidade de latas e galões. Vamos calcular os preços agora.

Passo 5

O preço de cada lata é R$80,00 e o preço de cada galão é R$25,00. Então, vamos fazer essa conta em Python!

Agora, o preço da combinação:

Precisamos conversar sobre como a gente calculou a combinação. Se liga, a gente calculou o número mínimo que a gente precisava de latas. Ou seja, a cada 18 litros a gente compra uma lata. Depois, quando sobrar menos de 18 litros, a gente calcula esse resto e divide por 3.6 (quantidade que vem nos galões). E aí sim, a gente arredonda pra cima. Também fizemos a multiplicação de cada produto por seus respectivos preços, 80 e 25.

Ufa! Essa era complicada. Mas foi!! Agora só precisamos printar!

Passo 6

Pra exibir pro usuário, precisamos usar a função print().

E assim, finalizamos nosso exercício.

Valeuuu!

Resposta

Exercício Resolvido #8

PUC-Rio, Adaptado

Escreva um programa que leia os valores de a, b, c, d e e, e exiba a área total do polígono irregular:

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 1

Cara, nesse exercício a gente precisa lembrar um pouquinho de geometria. Mas pra resolver ele a gente precisa antes conseguir os valores de a,b,c,d,e. Pra isso, a gente precisa usar a função input().

Repara que a gente tá colocando o input() dentro do float(). Isso é porque a função input() sempre retorna uma string (texto). Como a gente vai fazer contas matemáticas com esses dados, precisamos que eles sejam dados numéricos.

Além disso, esses números não precisam ser inteiros, por isso a gente usou float(), que representa números reais (não esquece que o separador decimal em Python é ponto em vez de vírgula).

Agora que a gente já tem as variáveis, a gente pode calcular a área do polígono como a soma das áreas das regiões menores, que a gente sabe calcular. Vamos fazer uma de cada vez!

Passo 2

Vamos começar calculando a área das seguintes regiões:

Nessa parte a gente vai usar a fórmula da área do retângulo, que é:

Então, bora passar isso pra Python!