Enunciado

Mostre que, para um gás perfeito, ( d U / d S ) V = T   e   ( d U / d V ) s = - p .

Passo 1

Vamos lá chuchu? Resolver essa juntos?

Inicialmente vamos mostrar que ( d U / d S ) V = T   e   ( d U / d V ) s = - p :

d U = T   d S - p d V

d U = ( d U d S ) V d S + ( d U d V ) S d V

d U d S V = T  

  d U d V s = - p

Passo 2

Essas relações também podem ser demonstradas para um gás perfeito com volume constante e ainda para um expansão reversível e adiabática, tendo os mesmos resultados.

Exercícios de Livros Relacionados

Seria possível que uma amostra de 131 g de Xenônio Gasoso, num vaso de volume igual a 1,0   d m 3 , exercesse uma pressão de 20 a t m , a 25 ℃ ℃, se o seu comportamento fosse de um...
Um vaso aberto contendo (a) água, outro contendo (b) benzeno e um terceiro com (c) mercúrio estão num laboratório de 5,0 × 5,0   m × 3,0   m   a 25°C. Qual a massa de cada substânc...
A compressibilidade adiabática, k s , se define da mesma forma que k T (eq. 2.44), porém com a entropia constante. Mostre que, para um gás perfeito, p γ k s = 1 onde γ é a razão en...
Seria possível que uma amostra de 25 g de Argônio gasos, num vaso de volume igual a 1,5   d m 3 exercesse uma pressão de 2   b a r , a 30 ℃ ℃, se o seu comportamento fosse de um gá...