Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Use a periodicidade das funções tangente e cotangente, bem como os valores do t g t , e c o t g ( t ) , quando 0 ≤ t < π , para determinar o valor exato da função c o t g - 9 2 π .

Passo 1

Por definição:

c o t g - 9 2 π = 1 t g - 9 2 π = 1 s e n - 9 2 π cos ⁡ - 9 2 π = cos ⁡ - 9 2 π sen ⁡ - 9 2 π

Passo 2

Como seno é uma função ímpar, temos:

s e n - 9 2 π = - s e n 9 2 π

Como cosseno é uma função par, temos:

c o s - 9 2 π = c o s 9 2 π

Pelas propriedades das funções trigonométricas temos:

- s e n 9 2 π = s e n 1 2 π + 2 . [ 2 π ] = s e n 1 2 π

c o s 9 2 π = c o s 1 2 π + 2 . [ 2 π ] = c o s 1 2 π

Logo podemos escrever:

c o t g - 9 2 π = cos ⁡ 9 2 π - sen ⁡ 9 2 π = c o s 1 2 π - s e n 1 2 π

Passo 3

Pela tabela de funções trigonométricas temos:

c o t g - 9 2 π = c o s 1 2 π - s e n 1 2 π = 0 - 1 2 = 0 . - 2 = 0

Resposta

Portanto, c o t g - 9 2 π = 0 .

Exercícios de Livros Relacionados

Faça o gráfico da função f ( x ) = s e n ( 1 x ) Qual o domínio e a imagem de f ? f é uma função periódica? Justifique sua resposta.
Esboce o gráfico. y = x sen ⁡ 1 x
Determine o domínio e esboce o gráfico. f x = cosec ⁡ x
Mostre que para todo x , com cos ⁡ x 2 ≠ 0 , tem-se: sen ⁡ x = 2   tg ⁡ x 2 1 + tg 2 ⁡ x 2
Nos exercícios 39-42, expresse a quantidade em termos de sen ⁡ x e cos ⁡ x .39. cos ⁡ ( π + x )
Nos exercícios 39-42, expresse a quantidade em termos de sen ⁡ x e cos ⁡ x .42. co s ⁡ 3 π 2 + x
Encontre os valores das funções nos Exercicios 47-50.50. sen 2 ⁡ 3 π 8
Nos exercícios 39-42, expresse a quantidade em termos de sen ⁡ x e cos ⁡ x .40. sen ⁡ ( 2 π - x )
38. O que acontece se você tomar B = 2 π nas fórmulas de adição? Os resultados se parecem com algo que você conhece?
Para os Exercícios 51-54 encontre o ângulo θ , onde 0 ≤ θ ≤ 2 π .51. sen 2 ⁡ θ = 3 4
Use a periodicidade das funções tangente e cotangente, bem como os valores do t g t , e c o t g ( t ) , quando 0 ≤ t < π , para determinar o valor exato da função t g 11 π .
Encontre todos os valores de t no intervalo [ 0,2 π ) em que a equação c o t g t = 0 está satisfeita.