Responde Aí

Enunciado

a) Determine a potência fornecida pela fonte de corrente de 40 mA no circuito da Figura P4.6.

b) Determine a potência fornecida pela fonte de tensão de 24 V no circuito da Figura P4.6

c) Verifique que a potência total fornecida é igual à potência total dissipada

Passo 1

Aproveitando os nossos esforços da questão anterior, podemos resolver facilmente a questão 7a). Como calculamos V o e já temos o valor da corrente, basta jogar na fórmula da potência, lembrando que a corrente é negativa pois sai da fonte:

P = V * I → P = 4 V * - 40 m A = - 160 m W

Passo 2

Para o segundo item usamos a mesma equação para calcular a potência, mas primeiro vamos descobrir a corrente entregue pela fonte de 24V. Se retomarmos do problema 6 a equação da corrente que sai da fonte de 24V é:

I 1 = V o - 24 80 + 20 → I 1 = 4 - 24 100 = - 0.2 A

Com essa corrente calculada podemos descobrir a potência entregue pela fonte, lembrando que o sinal é positivo pois a corrente entra na fonte:

P = V * I = 24 * 0.2 = 4.8 W

Passo 3

O que precisamos fazer agora é descobrir a potência em todos os elementos e somá-las para que sejam iguais à potência entregue pela fonte.

Primeiro, calculando para o resistor de 20 Ω usando a outra formula ( P = I 2 * R ) da potência:

P 1 = 0.2 2 * 20 = 0.8 W

Agora para o de 80 Ω

P 2 = 0.2 2 * 80 = 3.2 W

Por fim, para o de 25 Ω usando a fórmula P = V 2 / R :

P 3 = 4 2 / 25 = 0.640 m W

Se somarmos todas essas potências consumidas (lembrando de somar a consumida pela fonte de corrente também) e igualarmos com a potência entregue pela fonte de tensão a equação tem que bater. Vamos testar?

4.8 W = 0.8 W + 3.2 W + 0.64 W + 0.16 W → 4.8 W = 4.8 W

Certinho!

Resposta

a) P = - 160 m W

b) P = 4.8 W

c) Verificado, 4.8 W consumidos, 4.8 W fornecidos.