Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Em uma girafa, com a cabeça 2,0   m   acima do coração e o coração 2,0   m   acima do solo, a pressão manométrica (hidrostática) do sangue na altura do coração é 250   t o r r . Suponha que a girafa está de pé e a massa específica do sangue é 1,06   x   10 ³   k g / m ³ . Determine a pressão arterial (manométrica) em torr (a) no cérebro (a pressão deve ser suficiente para abastecer o cérebro com sangue) e (b) nos pés (a pressão deve ser compensada por uma pele estica da, que se comporta como uma meia elástica). (c) Se a girafa baixasse a cabeça bruscamente para beber água, sem afastar as pernas, qual seria o aumento da pressão arterial no cérebro? (Este aumento provavelmente causaria a morte da girafa.)

Passo 1

  1. Usando o mesmo raciocínio para calcular a pressão nos pés, temos:

p p é s = p c o r a ç ã o + ρ s a n g u e × g × ( y p é s - y c o r a ç ã o )

Passo 2

Com base na expressão acima:

p p é s = 250   t o r r + 1,06 k g m 3 × 9,8 m s 2 × 4   m - 2   m × 1   t o r r 133,33   P a

p p é s = 406   t o r r

Resposta

(b)   406   t o r r

Exercícios de Livros Relacionados

Em uma girafa, com a cabeça 2,0   m   acima do coração e o c
Alguns membros de uma tripulação tentam escapar de um submarino avaria
Um grande aquário de 5 m   de altura está cheio de água doce até
(Embolia gasosa em viagens de avião) Os mergulhadores são aconselhados
Na Fig. 14-35, a água atinge uma altura D   =   35,0