Responde Aí

Enunciado

Um padrão de interferência-difração de fenda dupla do tipo Fraunhofer é observado usando luz com comprimento de onda 700 nm. As fendas têm largura de 0,010 mm e estão separadas por 0,20 mm. Quantas franjas brilhantes serão vistas no máximo central de difração?

Passo 1

Meus lindos e minhas lindas!

Admitindo que o m-ésimo máximo de interferência está no mesmo ângulo que o primeiro mínimo de difração.

Sendo:

s e n θ 1 = λ a

s e n θ m = m λ d

Respectivamente, o seno do ângulo do primeiro mínimo de difração e o seno do ângulo do m-ésimo máximo de interferência.

Para encontrar o número de franjas brilhantes de interferências serão vistas no máximo central de difração, não há muita burocracia, só precisamos aplicar a definição:

N = 2 m - 1

Passo 2

Vamos direto ao ponto:

s e n θ 1 = λ a

s e n θ m = m λ d

Queremos que os ângulos sejam iguais, então:

λ a = m λ d

m = d a

Como consequência:

N = 2 m - 1

N = 2 ∙ d a - 1

Aplicando os valores fornecidos pela questão:

N = 2 ∙ 0.20   m m 0.010   m m - 1

N = 39

Resposta

N = 39

Ver Outros Exercícios desse livro

Exercícios de Livros Relacionados

A Fig. 35-39 mostra duas fontes luminosas isotrópicas, S 1 e
Quando uma das fendas de um sistema de dupla fenda é coberto
A luz solar é usada em um experimento de dupla fenda. O máxi
Um padrao de interferencia de fenda duplaeformado usando luz
Luz com comprimento de onda igual a 550n m ilumina duas fend