Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

2/131) Um piloto decorridas guiando a uma velocidade de 250 k m / h no trecho de pista reta aplica os freios no ponto A e reduz sua velocidade a uma taxa uniforme para 200 k m / h em C em uma distância de 150 + 150 = 300 m . Calcule o módulo da aceleração total do carro de corrida um instante após este passar no ponto B .

Passo 1

Então galera, como a aceleração tangencial é constante entre os pontos A e C , podemos usar a equação de torricelli para calcularmos o seu valor :

v c 2 = v A + 2 a t ∆ s A - C  

Como sabemos que v A = 250 3,6 m / s e v C = 200 3,6 m / s , temos que :

a t = 200 2 - 250 2 3,6 2 2 300 = - 2,89   m / s 2

Passo 2

De forma análoga ao passo anterior, como a aceleração tangencial é constante entre os pontos A e B , podemos usar a equação de torricelli para calcularmos o valor da velocidade em B :

v B 2 = v A 2 + 2 a t ∆ s A - B

v B 2 = 250 3,6 2 + 2 - 2,89 150 = 3954 m s 2

v B = 62,9 m s

Passo 3

Agora que conhecemos a velocidade no ponto B , podemos calcular o valor da acelração normal neste ponto através da fórmula:

a n = v B 2 ρ

a n = 3954 500 = 7,91 m s 2

Com isso , para acharmos aceleração total em B , basta aplicarmos a fórmula :

a = a n 2 + a t 2 = 7,91 2 + 2,89 2 = 8,42   m / s 2

Resposta

a = 8,42   m / s 2

Suave pessoal? Então partiu fazer mais exercícios como esse!!!!!

Exercícios de Livros Relacionados

Um aluno está descendo de skate uma rampa de 6,0 m de comprimento e in
Uma pessoa cujo peso é 5,20 10 2 N está sendo puxada para cima vertica
Calcule a integral. ∫     x e 2 x 1 + 2 x 2   d x
1. Verifique que a função dada é diferenciável.b) f x , y = x 4 + y 3
Calcule o centroide da área a seguir em termos das variáveis dos raios