Fissão Nuclear

Resumo

Fala aí, nós somos o Responde Aí, e nossa missão é ajudar você a mandar bem na sua prova!

A fissão nuclear é uma reação na qual o núcleo muito pesado de um átomo se quebra em dois.

Essa fissão pode ser espontânea ou induzida.

A fissão espontânea ocorre naturalmente, quando o núcleo de um átomo muito pesado se quebra em dois núcleos de massas semelhantes. Um exemplo de fissão nuclear espontânea é a do amerício-244 ($Am_{244}$):

Já a fissão nuclear induzida é quando a gente bombardeia neutrôns nos núcleos pesados e esse bombardeio faz com que o núcleo se quebre em dois. Os núcleos que sofrem fissão através do bombardeamento de neutrôns são chamados de fissionáveis.

Um exemplo bem comum de de fissão nuclear é a fissão do urânio-235 ($U_{235}$):

O mais interessante das reações de fissão nuclear é que a maioria delas libera neutrôns como produto final e desse modo a reação se torna autossuficiente, pois os neutrôns que são liberados na reação vão bombardear outros átomos de urânio, por exemplo, que vão ser fissionados também, gerando mais neutrôns e esses neutrôns vão bombardear mais átomos de urânio e ....... por aí vai.

Mas, é importante ressaltar que essa autossuficiencia da reação ocorre somente se o núcleo não precisar que os neutrôns que o bombardeiam estejam com uma velocidade muito alta para que ele seja fissionado.

As bombas atômicas, aquelas que a gente conhece lá de Hiroshima e Nagasaki, se baseam no processo de fissão nuclear 😱 🤯

É bem irado o que pode acontecer no mundo atômico, não é?

Finalizamos nosso conteúdo sobre fissão nuclear aqui, mas você pode contnuar estudando sobre a Química Nuclear clicando aí e dando uma conferida nesse nosso assunto.

Conteúdos Complementares