Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Escreva o enunciado aqui.

Passo 1

Temos como informação uma reta perpendicular, sempre que temos duas retas perpendiculares temos que pensar em produto escalar já que ele vai dar 0 .

Para calcularmos a ∙ b precisamos lembrar da definição do produto escalar. Se a = ( a 1 ,   a 2 ,   a 3 ) e b = ( b 1 ,   b 2 ,   b 3 ) ; o produto escalar entra a e b é dado por:

a ∙ b = a 1 b 1 + a 2 b 2 + a 3 b 3 = a b cos ⁡ θ

Como temos a = x , y , z e b = ( 1,1 , 0 ) perpendiculares:

a ∙ b = 0

x + y = 0

Assim como a é perpendicular à c = 0,1 , 1 :

a ∙ c = 0

y + z = 0

Passo 2

Com a expressão acima temos os coeficientes de t e temos r 0 = 2,1 , 0 .

r = r 0 + t v

Equação vetorial: 2 + t i + 1 + t j + t k

Equação paramétrica: x = 2 + t ,     y = 1 + t ,     z = t

Isolando t em todas elas, obtemos:

t = x - 2 = y - 1 = z

Logo a equação simétrica será:

x - 2 = y - 1 = z

Resposta

Equação vetorial: 2 + t i + 1 + t j + t k

Equação paramétrica: x = 2 + t ,     y = 1 + t ,     z = t

Equação simétrica x - 2 = y - 1 = z

Exercícios de Livros Relacionados

A reta que passa pelos pontos ( - 4 , - 6,1 ) e ( - 2,0 , - 3 ) é para
Ache as equações paramétricas para o segmento de reta de ( 10,3 , 1 )
Determine as equações simétricas da reta que passa pelo ponto 1 , - 5,
Escreva o enunciado aqui.
Escreva o enunciado aqui.