Associação de Resistores

Resumo

Fala aí, nós somos o Responde Aí, e nossa missão é ajudar você a mandar bem na sua prova. Quando estudamos Eletrodinâmica muitas vezes nos deparamos com circuitos onde existem vários resistores. Para contornar esse problema precisamos saber como calcular a Resistência Equivalente R e q desses resistores para, apenas após essa primeira etapa, aplicar a Lei de Ohm U = R . i .

Os resistores do nosso circuito podem estar em série, ou em paralelo, vamos ver como fazer para calcular a resistência equivalente em cada caso!

Resistores em Série

Quando os Resistores estão em Série, um seguido do outro podemos calcular a resistência equivalente, somando as resistências de cada um deles:

R e q = R 1 + R 2 + + R n

Resistores em Paralelo:

Quando os Resistores estão em Paralelo, ou seja, submetidos a uma mesma diferença de potencial, podemos calcular o inverso da resistência equivalente, somando os inversos das resistências de cada um deles:

1 R e q = 1 R 1 + 1 R 2 + + 1 R n

É bom lembrar que quando estamos trabalhando com resistores em paralelo, após somarmos todas as parcelas multiplicamos nossa equação em X para garantir que estamos calculando a resistência equivalente corretamente.

Vamos fazer um exemplo para deixar tudo bem claro!

Calcule as resistências equivalentes nos seguintes casos:

a)

b)

Solução:

  1. Os resistores estão um seguido do outro no mesmo fio, então estão em Série:
  2. R e q = R 1 + R 2 + R 3 = 330 + 220 + 10

    R e q = 560 Ω

  3. Os resistores estão submetidos a uma mesma diferença de potencial, estão um ao lado do outro, então estão em Paralelo:

1 R e q = 1 R 1 + 1 R 2 + 1 R 3 = 1 10000 + 1 5000 + 1 5000

1 R e q = 5 10000 1 R e q = 1 2000

Multiplicando em X :

1 × R e q = 1 × 2000  

R e q = 2000 Ω = 2 k Ω

Conteúdos Complementares

Conceitos de Eletricidade

Associação de Capacitores