Enunciado

Física - Tipler - Vol 2 - 6ª Ed. - Capítulo 24.1 - Ex. 81

Ver Outros Exercícios
desse livro

As placas de um capacitor de placas paralelas são separadas por uma distância d 0 e cada placa tem área A . Uma lâmina metálica d e área A é inserida entre as placas de maneira tal que a lâmina é paralela às placas do capacitor. (a) Mostre que a nova capacitância é dada por ε 0 A / d 0 - b , independentemente da distância entre a lâmina metálica e a placa carregada positivamente. (b) Mostre que este arranjo pode ser modelado como um capacitor que tem uma separação entre as placas em série com um capacitor cuja separação entre as placas é b , onde a + b + d = d 0 .

Passo 1

Fala galera, beleza?

A seguinte figura ilustra o enunciado.

  1. Para calcular a capacitância, vamos para a definição:
  2. C = Q V

    Logo, precisamos calcular V . Para tal, sabemos que o campo elétrico entre as placas do capacitor é E = Q / ε 0 A ; já no interior do metal, o campo elétrico é nulo.

    Sendo assim, temos que

    V = E a + E b V = Q ε 0 A a + Q ε 0 A b = Q ε 0 A a + b

    Porém, temos que a + b = d 0 - d . Logo,

    V = Q ε 0 A d 0 - d

    Finalmente,

    C = Q V = ε 0 A d 0 - d

    que é o que queríamos provar.

    Passo 2

  3. Temos que

1 C = 1 C 1 + 1 C 2

onde C 1 = ε 0 A / a e C 2 = ε 0 A / b . Logo,

1 C = a ε 0 A + b ε 0 A = a + b ε 0 A

Como a + b = d 0 - d , segue que

C = ε 0 A d 0 - d

É isso, galera! :D

Exercícios de Livros Relacionados

Calcule:a) a capacitância de um par de placas paralelas com área de 10

Ver Mais

Um capacitor com placas paralelas no ar possui uma capacitância igual

Ver Mais

Na Figura 17.14, a chave comutadora está inicialmente na posição a . C

Ver Mais

Se a tensão em um capacitor de placas paralelas é duplicada, sua capac

Ver Mais

Um capacitor é construído com duas cascas cilíndricas condutoras, fina

Ver Mais