Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

O ponto de ebulição de uma solução binaria de A e B, com x A = 0 , 4217 , é 96 ° C . Nesta temperatura, a pressão de vapor de A puro é 110,1 K P a e a de B puro é 76,5 K P a .

  1. A solução é ideal?
  2. Qual a composição inicial do vapor em equilíbrio com a solução?

Passo 1

Faalaee... Questãozinha que é quase uma cópia da anterior, então bora cair matando nela!!

Novamente, a única charada dessa questão, é se lembrar da definição de solução ideal:

" U m a   s o l u ç ã o   I d e a l   é   t o d a   a q u e l a   q u e   s e g u e   a   L e i   d e   R a o u l t   e m  

t o d o   o   i n t e r v a l o   d e   c o n c e n t r a ç õ e s   ,   q u e   v a i   d e   x A = 0   a t é   x A = 1 . "

Ou seja, se a Lei de Raoult funcionar para essa solução então sim, será Ideal.

“Bom, beleza parça mas como raios eu provo isso”

Te digo já, repara que segundo a lei de Raoult:

p = p A + p B = x A p A * + x B p B *

Repare também que o enunciado nos disse que estamos no ponto de ebulição, que pode definição, é o ponto no qual a pressão de vapor da substância se iguala a pressão atmosférica.

Sacou??

Passo 2

O que significa então, que basta provarmos que:

1 a t m = p = x A p A * + x B p B *

Como temos as pressões de vapor dos componente puros, fica tranquilasso:

p = 0,4217 110,1 + ( 1 - 0,4217 ) ( 76,5 )

Que vai dar:

p = 90,669   K P a   ~ ~   0,9 a t m

Então vamos considerar que p ≅ 1 a t m = 101,33 K P a .

p.s. Tudo indica, pelas minhas fontes, que temos um erro no livro, pois teríamos exatamente 101,33 K P a se pressão de B puro fosse 94,93 K P a (sendo esse o caso da versão original em inglês).

Poois é! A vida tem dessas.

Entãããoo podemos dizer, se formos muito bonzinhos, que sim, temos uma solução Ideal.

Passo 3

Tranquilo?!

Vamos pra (b) então, na qual devemos calcular as frações molares na fase vapor para cada um dos componentes.

Podemos fazer isso da seguinte forma:

y A = 0,4217 110,1 101,33 = 0,4582

E, portanto:

y B = 1 - 0,4582 = 0,5418

Sendo essas as nossas frações parciais.

Tranquilo?!! Te vejo na próxima!!

Resposta

Portanto, temos uma solução ideal, na qual as frações molares dos componentes A e B na fase vapor são:

y A = 0,4582       e       y B = 0,5418

Exercícios de Livros Relacionados

Quando o cloreto de sódio dissolve em água, basta uma molécula de água
O hexano (C6H14) e o ciclo-hexano (C6H12) formam uma solução ideal. A
O benzeno, C6H6, e o Tolueno, C6H5CH3, formam uma solução ideal. A pre
Algumas suspensões coloidais parecem ser soluções à primeira vista. Qu
As moléculas do pentanol, um composto orgânico cuja fórmula é C H