Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Ache o limite, se existir.

lim s → 7 ⁡ 5 - 4 + 3 s 7 - s

Passo 1

Como se trata de uma indeterminação 0 0 para resolvermos o limite devemos manipulá-la de forma a não alterar o seu resultado. Para isso vamos multiplicar e dividir o limite pelo conjugado de 5 - 4 + 3 s .

lim s → 7 ⁡ 5 - 4 + 3 s 7 - s ∙ 5 + 4 + 3 s 5 + 4 + 3 s

lim s → 7 ⁡ 25 - 4 + 3 s 7 - s 5 + 4 + 3 s

lim s → 7 ⁡ 3 7 - s 7 - s 5 + 4 + 3 s

Passo 2

Como   7 - s   é um termo em comum dessa divisão seu valor se torna 1.

lim s → 7 ⁡ 3 7 - s 7 - s 5 + 4 + 3 s =   lim s → 7 ⁡ 3 5 + 4 + 3 s

Passo 3

Por fim temos:

3 5 + 4 + 3 ( 7 )

3 10

Resposta

lim s → 7 ⁡ 5 - 4 + 3 s 7 - s =   3 10

Exercícios de Livros Relacionados

Estime o valor de lim x → 0 ⁡ x 1 + 3 x - 1 fazendo o gráfico da função f x = x 1 + 3 x - 1 Utilize umas tabela de valores de f ( x ) para estimar o limite com quatro casas decimai...
Use o gráfico de f x = 3 + x - 3 x para estimar o valor de lim x → 0 ⁡ f ( x ) com duas casas decimais.Utilize uma tabela de valores de f ( x ) para estimar o limite com quatro cas...
Calcule o limite, se existir.21) lim t → 9 ⁡ 9 - t 3 - t
Calcule o limite, se existir.27) lim x → 9 ⁡ x ² - 81 x - 3 ²
Ache o limite, se existir. lim x → 5 ⁡ x - 1 - 2 x - 5
Calcule o limite, se existir.23) lim x → 7 ⁡ x + 2 - 3 x - 7
Calcule o limite, se existir.22) lim h → 0 ⁡ 1 + h - 1 h
Ache o limite, se existir. lim x → 0 ⁡ x 2 1 - cos ⁡ x
Calcule lim x → 2 ⁡ 6 - x - 2 3 - x - 1