Enunciado

Cálculo - Dennis G. Zill - Equações Diferenciais - Vol 1 - Capítulo 4.1 - Ex. 15

Nos problemas 15-22, determine se as funções dadas são linearmente independentes ou dependentes em - ∞ ,   ∞ .

15. f 1 x = x ,   f 2 x = x 2 ,   f 3 x = 4 x - 3 x 2

Passo 1

Então galera, para essas questões 15-22 devemos levar em consideração dois teoremas, assim como visto no capítulo em questão, que são:

4.1 . Dizemos que um conjunto de funções f 1 x ,   f 2 x … f n x é linearmente dependente em um intervalo I se existem constantes NÃO TODAS nulas, tais que:

c 1 f 1 x + c 2 f 2 x + … + c n f 2 x = 0

4 . 2 . Dizemos que um conjunto de funções f 1 x ,   f 2 x … f n x é linearmente independente em um intervalo I se TODAS as constantes são nulas, tais que:

c 1 f 1 x + c 2 f 2 x + … + c n f 2 x = 0

Entendo que esses teoremas parecem complicados, mas resolvendo uma questão vai facilitar a visualização e compreensão, ok? Então bora lá!

Passo 2

Temos as seguintes funções:

f 1 x = x ,   f 2 x = x 2 ,   f 3 x = 4 x - 3 x 2

E temos que ter o seguinte:

c 1 f 1 x + c 2 f 2 x + … + c n f 2 x = 0

Substituindo, teremos:

c 1 x + c 2 x 2 + c 3 4 x - 3 x 2 = 0

A pergunta que temos que fazer é a seguinte: as constantes precisam ser nulas ou não para o resultado dar 0? Se fizermos: c 1 = - 4 ,   c 2 = 3   e   c 3 = 1 , teremos:

- 4 x + 3 x 2 + 4 x - 3 x 2 = 0

0 = 0

Logo, de acordo com o que discutimos no passo 1 , temos que as funções são linearmente DEPENDENTES em - ∞ ,   ∞ .

Resposta

As funções são linearmente dependentes em - ∞ ,   ∞ .

Exercícios de Livros Relacionados

Em cada um dos problemas de 1 a 6, encontre o wronskiano do par de fun

Ver Mais

Em cada um dos problemas de 47 a 49, use o resultado do Problema 46 pa

Ver Mais

Em cada um dos problemas de 29 a 32, encontre o wronskiano de duas sol

Ver Mais

Se f ,   g   e   h são funções diferenciáveis, mostre q

Ver Mais

Em cada um dos problemas de 42 a 45, use o resultado do Problema 41 pa

Ver Mais