Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Utilize o Teorema de Green para demonstrar a fórmula de mudança de variáveis para as integrais duplas (Fórmula 15.9.9) para o caso onde f x , y = 1 :

∬ R d x   d y = ∬ S ∂ x , y ∂ u , v d u   d v

Aqui, R é a região do plano x y que corresponde à região S do plano u v sob a transformação dada por x = g u ,   v ,   y = h ( u ,   v ) .

[Sugestão: observe que o lado esquerdo é A ( R ) e aplique a primeira parte da Equação 5. Converta a integral de linha sobre ∂ R para uma integral sobre ∂ S e aplique o Teorema de Green no plano u v .]

Passo 1

Como sugerido, vamos pegar a parte da esquerda e aplicar (5)

∬ R d x   d y = A R = ∮ ∂ R x   d y

Mundando de variáveis,

x = g u ,   v

Para encontrar o diferencial d y vamos usar a regra da cadeia

d y = ∂ h ∂ u d u + ∂ h ∂ v d v

considerando que ∂ S é a correspondente a ∂ R no plano u v

∮ ∂ R x   d y = ∮ ∂ S g u ,   v   ∂ h ∂ u d u + ∂ h ∂ v d v

= ∮ ∂ S g u ,   v ∂ h ∂ u d u + g u ,   v ∂ h ∂ v d v

Passo 2

Aplicando o Teorema de Green

= ∬ S ∂ ∂ u g u ,   v ∂ h ∂ v - ∂ ∂ v g u ,   v ∂ h ∂ u d Ã

Onde d à = d u   d v

Calculando a primeira derivada

∂ ∂ u g u ,   v ∂ h ∂ v = ∂ g ∂ u ∂ h ∂ v + g u ,   v ∂ ∂ u ∂ h ∂ v

Agora a derivada do segundo termo

∂ ∂ v g u ,   v ∂ h ∂ u = ∂ g ∂ v ∂ h ∂ u + g u ,   v ∂ ∂ v ∂ h ∂ u

Subtraido as duas

∂ ∂ u g u ,   v ∂ h ∂ v - ∂ ∂ v g u ,   v ∂ h ∂ u = ∂ g ∂ u ∂ h ∂ v + g u ,   v ∂ ∂ u ∂ h ∂ v - ∂ g ∂ v ∂ h ∂ u + g u ,   v ∂ ∂ v ∂ h ∂ u

Podemos notar que

∂ ∂ u ∂ h ∂ v = ∂ ∂ v ∂ h ∂ u

Que se cancelam e ficamos com

∂ ∂ u g u ,   v ∂ h ∂ v - ∂ ∂ v g u ,   v ∂ h ∂ u = ∂ g ∂ u ∂ h ∂ v - ∂ g ∂ v ∂ h ∂ u

Passo 3

Usando 15.9.7

∂ g ∂ u ∂ h ∂ v - ∂ g ∂ v ∂ h ∂ u = ∂ g , h ∂ u , v  

Como x = g u ,   v ,   y = h u ,   v temos

∂ ∂ u g u ,   v ∂ h ∂ v - ∂ ∂ v g u ,   v ∂ h ∂ u = ∂ x , y ∂ u , v  

Substituindo na integral

∬ S ∂ ∂ u g u ,   v ∂ h ∂ v - ∂ ∂ v g u ,   v ∂ h ∂ u d à = ∬ S ∂ x , y ∂ u , v d u   d v

Logo

∬ R d x   d y = ∬ S ∂ x , y ∂ u , v d u   d v

Exercícios de Livros Relacionados

Verifique o Teorema de Green, usando um sistema de computação algébrica para calcular tanto a integral de linha como a integral dupla. P x , y = y 2 e x ,                     Q x ,...
Se C é o segmento de reta ligando o ponto ( x 1 , y 1 ) ao ponto ( x 2 , y 2 ) , mostre que ∫ C x   d y - y   d x = x 1 y 2 - x 2 y 1 Se os vértices de um polígono, na ordem anti-h...
Use o teorema de Green para calcular ∫ C F ⋅ d r . (Verifique a orientação da curva antes de aplicar o teorema.) F x , y = y 2 cos ⁡ x , x 2 + 2 y sen ⁡ x C é o triangulo de 0,0   ...
Verifique que ∫ γ P d x + Q d y = ∬ B ∂ Q ∂ x - ∂ P ∂ y d x d y Onde B é o triângulo de vértices 0,0 , 1,0 e 1,1 ; γ é a fronteira de B orientada no sentido anti-horário, P x , y =...
Seja K o triangulo a seguir e γ a fronteira de K orientada no sentido anti-horário. Sejam P ( x ,   y ) e Q ( x ,   y ) de classe C 1 num aberto contendo K .Prove que ∮ γ P d x + Q...
Seja B o triângulo de vértices 0,0 , 1,0   e 1,1 ; γ a fronteira de B orientada no sentido anti-horário. Verifique que ∫ γ P d x + Q d y = ∬ B ∂ Q ∂ x - ∂ P ∂ y d x   d y Onde P e ...
9) Calcule a área da região limitada pela reta y = x e pela curva x   =   t 3   +   t e y   =   t 5   +   t , com 0 ≤ t ≤ 1. Desenhe a região.
4 ) Calcule ∮ γ F   d γ   onde γ é uma curva fechada, simples, C 1 por partes, cuja imagem é a fronteira de um compacto B e F   x , y   = 2 x + y i + 3 x - y j
Sejam B e γ como no Exercício 10. Prove queÁrea de B = - ∫ γ y d x
Sejam f ,   g : a , b → R duas funções de classe C 1 tais que, para todo x em a , b , f x < g x . Seja B o conjunto de todos x , y tais que f x ≤ y ≤ g x , a ≤ x ≤ b . Seja γ a ...
Verifique a relação do exercício anterior supondo B o quadrado de vértices - 1 , - 1 , 1 , - 1 , 1,1 e - 1,1 ; γ a fronteira de B orientada no sentido anti-horário.
Se uma circunferência C de raio 1 rola ao longo do interior da circunferência x 2 + y 2 = 16 , um ponto fixo P de C descreve uma curva chamada epicicloide, com equações paramétrica...