Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Qual é a constante de fase do oscilador harmônico cuja função aceleração a(t) aparece na Fig. 15-55 se a função posição x(t) é da forma x = x m c o s ω t + ϕ e a s = 4,0 m / s 2 ?

Passo 1

Bom, pelo gráfico, a gente percebe que em t = 0 a aceleração vale 1,00   m / s 2 e ela é no máximo 4   m / s 2 .

Se você se lembrar como é o movimento do oscilador harmônico:

x t = A c o s ω t + ϕ

Como queremos a aceleração

a ( t ) = d 2 x ( t ) d t 2 = d d t ( d d t A c o s ω t + ϕ

a ( t ) = d d t - A ω s e n ω t + ϕ

a ( t ) = - A ω 2 cos ⁡ ω t + ϕ

Esse cara na frente do cosseno é a aceleração máxima, então podemos reescrever

a ( t ) = - a M cos ⁡ ω t + ϕ

Como estamos falando da condição inicial:

a ( 0 ) = - a M cos ⁡ 0 + ϕ = - acos ⁡ ϕ

cos ⁡ ϕ = - a 0 a M

Então, com isso, a gente consegue descobrir o valor de ϕ . Olha como fica

ϕ = c o s - 1 - 1,00 / 4,00 = 1 . 31   r a d 2.88   r a d

Ou seja, temos dois valores possíveis que têm cosseno igual a 1 / 4 . Mas qual deles é a nossa resposta?

Passo 2

Pra isso temos que olhar a derivada da aceleração. Isso por que a aceleração em t = 0 cresce com o tempo segundo o gráfico. Essa derivada é

d a d t = A ω 3 s e n ω t + ϕ

d a ( 0 ) d t = A ω 3 s e n ( ϕ )

Relaxa, que não precisamos calcular de fato essa derivada! Só precisamos analisar o sinal dela! Como a aceleração no gráfico do enunciado cresce com o tempo então analisando esse termo temos que ter

s e n ϕ > 0

Olhando os nossos dois possíveis candidatos

ϕ = 1.31   r a d → 2 °   q u a d r a n t e → s e n 1.31 > 0

ϕ = 2.88   r a d → 3 °   q u a d r a n t e → s e n 2.88 < 0

Como tem que ser positivo:

ϕ = 1.31   r a d

Resposta

ϕ = 1.31   r a d

Exercícios de Livros Relacionados

A figura ( a ) é um gráfico parcial da função posição x ( t ) de um oscilador harmônico simples com uma frequência angular de 1,20   r a d / s ; a figura ( b ) é um gráfico parcial...
13.13E Considere as n raízes enésima da unidade, ou seja, as n soluções de z = 1 n , para A) n = 2 , B) n = 3 e C) n = 4 . Para cada valor de n , represente as soluções encontradas...
13.11E Calcule o módulo dos números: z 1 = 4,0 + 3,0 i ,   z 2 = 15 e i ϕ ,   z 3 = 20 i cos ⁡ 30 ° + sin ⁡ 60 ° .
13.2E O movimento de um oscilador harmônico é descrito por x = 0,75   cm   . cos ⁡ ( 5,0   t/s ) - 0,40   cm   . sen ⁡ 5,0   t/s . Escreva este movimento na forma de x = x m cos ⁡ ...
13.12E Coloque os números z 1 = 10 + 8,67 i ,     z 2 = 20 sin ⁡ 240 ° + i cos ⁡ 210 ° na representação de Euler.
Qual é a constante de fase do oscilador harmônico cuja função velocidade v t aparece na figura se a função posição x ( t ) é da forma x = x m c o s ⁡ ( ω t + φ ) ? A escala do eixo...
Ache o movimento resultante de dois movimentos harmônicos simples na mesma direção dados por: x 1 = cos ⁡ ω t - π 6 , x 2 = sen ⁡ ω t . Represente graficamente os respectivos vetor...
Trace as figuras de Lissajous corerespondentes à composição dos seguintes movimentos harmônicos simples em direções perpendiculares:(a) x = A cos ⁡ ω t , y = A sen ⁡ 2 ω t .(b) x =...
Qual é a constante de fase do oscilador harmônico cuja função posição x ( t ) aparece na figura se a função posição é da forma x = x m c o s ⁡ ( ω t + φ ) ? A escala do eixo vertic...
17. Sobre um trilho de ar sem atrito, horizontal, um corpo oscila na extremidade de uma mola ideal de constante 2,50   N / c m . O gráfico da Figura 13.31 mostra a aceleração do co...
A Fig. 15-51 mostra a posição x t de um bloco que oscila em um MHS na extremidade de uma mola t s = 40,0 m s . Qual é (a) a velocidade e (b) o módulo da aceleração radial de uma pa...