Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Um objeto O está sobre o eixo central de uma lente delgada simétrica. Para cada problema, a Tabela 34-8 mostra ( a ) o tipo de lente, convergente ( C ) ou divergente ( D ) , ( b ) a distancia focal f , ( c ) a distancia do objeto p , ( d ) a distancia da imagem i e ( e ) a ampliação lateral m . (todas as distâncias estão em centímetros.) A tabela também mostra ( f ) se a imagem é real ( R ) ou virtual ( V ) , ( g ) se é invertida ( I ) ou não invertida ( N I ) e ( h ) se está do mesmo lado da lente que o objeto O ( M ) ou está do lado oposto ( O ) . Determine os dados que faltam, incluindo o valor de m nos casos em que apenas uma desigualdade é fornecida. Nos casos em que está faltando apenas um sinal, determine o sinal.

Passo 1

(a) Beleza, olhando pra tabela, dá pra ver que m > 1,0 , o que significa que a lente só pode ser convergente   ( C ) .

Passo 2

(b) Por ser convergente, a distância focal precisa ser positiva:

f = + 20   c m

Passo 3

Como já temos p vamos direto para a letra (d). Usando a equação de lentes delgadas, dá para calcular i :

1 f = 1 p + 1 i

Isolando i :

i = f p p - f

i = 20   c m 8,0   c m 8,0   c m - 20   c m = - 13   c m

Passo 4

(e) Agora que temos i dá para calcular o valor exato de m pela equação de ampliação:

m = - i p

m = 13   c m 8,0   c m = 1,7

Passo 5

(f) Basta olharmos o sinal de i , como ele é negativo a imagem é virtual ( V ) .

Passo 6

(g) A mesma coisa vale para m se o sinal é positivo, a imagem não está invertida ( N I ) .

Passo 7

(h) E como a imagem é virtual, ela se forma do mesmo lado que a lente está ( M ) .

Resposta

a   ( C )

b   f = 2 0   c m

c p = 8 , 0   c m

d i = - 13   c m

e m = 1,7

f   ( V )

g   ( N I )

h   ( M )

Exercícios de Livros Relacionados

No método de Bessel para determinar a distância focal f de uma lente,
Obtenha a equação das lentes delgadas para uma lente de índice de refr