Exercícios Resolvidos de Massa específica

Elaboração própria

Calcule o volume de uma partícula cuja massa vale 1 . 10 - 5 g .

Suponha densidade uniforme.

Dados: δ = 4 , com referência água a 4   ℃ , isto é, ρ r e f e r ê n c i a = 1   g / c m 3 .

Passo 1

Essa questão é parecida com a anterior, mas lá tínhamos o volume para calcular a massa e aqui é o inverso. 

Outra coisa que temos que prestar atenção é que aqui temos a densidade relativa e não a densidade absoluta de cara. Mas é de boas calcular a densidade absoluta, olha só:

δ = ρ s u b s t â n c i a ρ r e f e r ê n c i a = 4

E a densidade referência o enunciado deu.

ρ r e f e r ê n c i a = 1   g / c m 3

Então:

δ = ρ s u b s t â n c i a 1   g / c m 3   = 4

ρ s u b s t â n c i a = 4   g / c m 3

"Ok, mas por que fala pra supor densidade uniforme?"

Isso daí é pra falar que não tem diferenças no material ao longo da partícula.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Agora é lembrar da definição de densidade e calcular o que é pedido:

ρ s = m p V p

Temos ρ s e m p . Aí:

4   g c m 3 = 1 . 10 - 5 g V p

Multiplicando em X:

4 . V p = 1 . 10 - 5   c m 3

V p = 2,5 . 10 - 6   c m 3

Resposta

V p = 2,5 . 10 - 6   c m 3

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas