Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

1.26 O ozônio é um gás presente em pequena quantidade no ar atmosférico e desempenha um papel importante na proteção da superfície da Terra contra a nociva radiação ultravioleta. A abundância de ozônio é geralmente expressa em unidade Dobson, definida como a espessura, em milésimos de um centímetro, de uma coluna de gás se este fosse coletado como um gás puro a 1,00 atm e 0°C. Que quantidade de O3 (em moles) é encontrada numa coluna de atmosfera com uma seção reta de 1,00 dm2 se a abundância é de 250 unidade Dobson (um valor típico em latitudes médias)? No buraco de ozônio sobre a antártida, a abundância da coluna cai a 100 unidade Dobson; quantos moles de ozônio são encontrados nessa coluna de ar sobre uma 1,00 dm2? A maioria do ozônio atmosférico é encontrada entre 10 e 50 km acima da superfície da Terra. Se esse ozônio estiver espalhado uniformemente por essa porção da atmosfera, qual é a concentração molar média que corresponde (a) a 250 unidade Dobson, (b) a 100 unidades Dobson?

Passo 1

Fala aí... beleza??

Nessa questão vamos usar a lei dos gás perfeito:

p V = n R T

Passo 2

Em latitudes médias:

n = p V R T

n = 1,00 × 1,00 × 250 × 10 - 3 × 10 - 1 0,08206 × 273    

n = 1,12 × 10 - 3 m o l

No buraco de ozônio:

n = 1,00 × 1,00 × 10 0 × 10 - 3 × 10 - 1 0,08206 × 273    

n = 4,46 × 10 - 4 m o l

Passo 3

Agora, para achar a concentração molar média:

  1. n V = 1,12 × 10 - 3 1,00 × 40 × 10 3 × 10
  2. n V = 2,8 × 10 - 9 m o l   d m - 3

  3. n V = 4,46 × 10 - 4 1,00 × 40 × 10 3 × 10

n V = 1,1 × 10 - 9 m o l   d m - 3

Resposta

n = 1,12 × 10 - 3 m o l

n V = 2,8 × 10 - 9 m o l   d m - 3

n = 4,46 × 10 - 4 m o l

n V = 1,1 × 10 - 9 m o l   d m - 3

Exercícios de Livros Relacionados

1.1 Comunicação imaginária com os habitantes de Neturno revelou que el
(b) Uma amostra de hidrogênio gasoso tem a pressão de 125 k P a na tem
Para o aquecimento de uma casa, consomem-se 4.10 3 m 3 de gás natural
Calcule a massa de vapor de água presente numa sala de 400 m 3 , com a
Um gás perfeito sofre uma compressão isotérmica que reduz de 1,8