Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Os dados da tabela a seguir mostram a pressão osmótica do policloropreno ρ = 1,25   g   .   c m - 3 em tolueno ( ρ = 0,858   g   .   c m - 3 ) a 30°C. Estes dados foram obtidos por K. Sato, F.R. Eirich e J.E. Mark [J. Polymer Sci., Polym. Phys. 14,619 (1976)). Determine a massa molar do policloropreno e seu segundo coeficiente osmótico do virial.

Passo 1

Falaaaaaaaaaaaaaaaa Tribuxo?

Bora resolver mais uma questão!?

Vamos começar usando:

∏ c = R T M ( 1 + B M c )

∏ c = R T M + B R T M 2 c

Onde c é a concentração do polímero. Se montarmos um gráfico de ∏ c versus c , teremos como intersecção R T M e a inclinação será R T M 2 .

Vamos montar o gráfico a partir da tabela abaixo (para achar ∏ c só precisamos dividir o valor do pelo de c ):

Plotando o gráfico, teremos:

Passo 2

A partir da equação da reta, temos:

R T M = 20,093

R T M 2 = 1,9741

Podemos determinar M :

R T M = 20,093

8,3145   .   303,15 M = 20,093

M = 125,444   . 1   g 10 3   m g   .   1 0 6   c m 3 1   m 3  

M = 1,254 ×   10 5   g / m o l

Passo 3

Agora vamos fazer:

B = M R T   . 1,974

B = M R T M   .   1,974

B = 1,254 × 10 5 20,093   .   1,974

B = 1,232 × 10 4   g   .   m o l - 1 / ( m g   .   c m - 3 )   = 1,232 × 10 4   d m 3   .   m o l - 1

Foi divertido!!!!

Bora matar mais uma!

Resposta

M = 1,254 ×   10 5   g / m o l

B = 1,232 × 10 4   d m 3   .   m o l - 1

Exercícios de Livros Relacionados

A analise por combustão da L-carnitina, um composto orgânico que, acre
Interprete os seguintes versos de Coleridge, de A Rima do Marinheiro A
Calcule a pressão osmótica, em 20° C, de cada uma das seguintes soluçõ
Uma amostra de 0,40 g de um polipeptídeo dissolvida em 1,0L de uma sol
Quando 0,10g de insulina se dissolve em 0,200 L de água, a pressão osm