Enunciado

Ver Outros Exercícios
desse livro

Percurso de uma bicicleta Um ciclista de 66 kg em uma bicicleta de 7 kg inicia seu percurso no nível do solo a 9 m/s. O k na Equação 1 é de cerca de 3,9 kg/s.

a- Que distância o ciclista irá percorrer antes de parar completamente?

Passo 1

Podemos avaliar esse problema pela equação diferencial ordinária de arrasto linear (Equação 1):

m d v d t = - k v

Essa pode ser resolvida de modo de separação de variáveis. Assim:

d v v = - k m d t

∫ d v v = - k m ∫ d t

l n   v = - k m t + c ou passando o l n para o outro lado:

v = v 0 e - k m t , onde v 0 = e c

Passo 2

Analisando os dados no problema temos que:

mtot= 66kg(massa do ciclista) + 7kg(massa da bicicleta)

v 0 = 9 m/s

k=3,9kg/s

Passo 3

Para calcular a distância temos que ter em mente que:

s t = ∫ v d t

Inserindo essa informação na nossa equação de:

v = v 0 e - k m t

Temos que fazer então:

s t = ∫ v d t = ∫ v 0 e - k m t d t

s t = - m k v 0 e - k m t + c

Passo 4

No problemas temos primeiro que calcular c . Fazemos isso considerando que s 0 = 0 , ou seja nosso ponto de origem é nulo. Assim:

s 0 = - m k v 0 e 0 + c = 0

c = m k v 0

Substituindo os valores temos que:

c = 73 3,9 ⋅ 9

c = 2190 13

Passo 5

Substituindo na EDO, e fazendo as substituições dos valores do problema, temos que:

s t = - 73 3,9 ⋅ 9 e - 3,9 73 t + 2190 13 = - 2190 13 e - 3,9 73 t + 2190 13

s t = 2190 13 - 2190 13 e - 3,9 73 t

s t = 2190 13 1 - e - 3,9 73 t

Passo 6

A equação em si tem um caráter de decrescimento. Para acharmos o momento em que o ciclista irá parar fazemos o l i m → ∞ , seguindo o comportamento da função. Assim teremos a distância total percorrida:

l i m t → ∞ 2190 13 1 - e - 3,9 73 t = 2190 13 1 - e - ∞ = 2190 13 = 168,5 m   ( S I )

Resposta

Logo a distância do ciclista até parar será de:

s t = 168,5 m

Exercícios de Livros Relacionados

y 2 = k x 3 Encontre as trajetórias ortogonais da família de curvas usando uma calculadora (ou um computador). Desenhe vários membros de cada família na mesma tela.
y = k x Encontre as trajetórias ortogonais da família de curvas usando uma calculadora (ou um computador). Desenhe vários membros de cada família na mesma tela.
Nos Exercícios 5-10, determine as trajetórias ortogonais da família de curvas. Esboce vários membros de cada família.6 - k x 2 + y 2 = 1
Os dados na Tabela 9.4 foram coletados com um detector de movimento e um CBLTM ( computer based learning - aprendizagem assistida por computador) por Valerie Sharritts, uma profess...
Deslizando até parar A Tabela 9.5 mostra a distância s ( em metros) em termos do instante t (em segundos) que Kelly Schmitzer percorreu de patins. Determine mn modelo para a sua po...
11 - Mostre que as curvas 2 x 2 + 3 y 2 = 5   e y 2 = x 3 são ortogonais.
12 - Encontre a família de soluções de determinada equação diferencial e a família de trajetórias ortogonais. Esboce as duas famílias. x   d x   +   y   d y   =   0 x   d y   -   2...
Um reservatório de 200 galões está ocupado até a metade com água destilada. No instante t = 0 , uma solução que contém 0,5   l b / g a l de concentrado entra no reservatório a uma ...
Nos Exercícios 5-10, determine as trajetórias ortogonais da família de curvas. Esboce vários membros de cada família.9 - y = c e - x
Nos Exercícios 5-10, determine as trajetórias ortogonais da família de curvas. Esboce vários membros de cada família.10 - y = e k x
Nos Exercícios 5-10, determine as trajetórias ortogonais da família de curvas. Esboce vários membros de cada família.8 - 2 x 2 + y 2 = c 2
Nos Exercícios 5-10, determine as trajetórias ortogonais da família de curvas. Esboce vários membros de cada família.6 - y = c x 2