Exercícios Resolvidos de Momentos em Duas Dimensões

J.L. Meriam & L.G. Kraige, Mecânica para engenharia, Estática, 6° ed. RJ: LTC, 2009, 34,2/34

O componente de controle do acelerador pivota livremente em O . Se uma mola de torção interna exerce um momento de retorno M = 1,8 N . m sobre o componente, quando ele está na posição mostrada, determine, para a finalidade de projeto, a força trativa T necessária no cabo do acelerador para que o momento resultante em torno de O seja zero. Observe que quando T é zero, o componente se apóia no parafuso do ajuste da marcha lenta em R .

Passo 1

Essa questão é mais fácil do que parece: Basta que a gente interprete corretamente o problema.

O que sabemos? Sabemos que em O existe um momento aplicado.

E o que queremos? Queremos que o momento total seja nulo, ou seja:

∑ M = 0

E o que faremos pra que isso corra? Aplicaremos uma força T , distante 50 m m de O , que gere um torque de sentido contrário.

É importante você perceber pela figura do problema que essa força é tangencial ao componente de controle. Isso é muito bom pois isso significa que não precisamos decompor a força.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Temos:

∑ M = 0

M 0 - M T = 0

1,8 - T 50.10 - 3 = 0 → T = 1,8 50.10 - 3 = 36 N

Resposta

T = 36 N

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas