1.

O disco circular A é colocado sobre o topo do disco B e submetido a uma força compressiva de 400   N . Os diâmetros de A   e   B valem 225   m m   e   300   m m , respectivamente, e a pressão em cada disco é constante em toda a superfície. Se o coeficiente de atrito entre A e B vale 0,4 , determine o momento M que fará com que A deslize sobre B . Além disso, qual é o coeficiente de atrito μ mínimo entre B e a superfície de apoio C que impedirá que B gire?

Resolução
2.

Determine a força trativa T no cabo para suspender a carga de 800   k g se o coeficiente de atrito para o mancal de 30   m m vale 0,25 . Determine, também, a força trativa T 0 na seção estacionária do cabo. As massas do cabo e da polia são pequenas e podem ser desprezadas.

Resolução
3.

Determine a expressão para o torque M necessário para girar o eixo cuja pressão axial L é sustentada por um mancal cônico. O coeficiente de atrito é μ , e a pressão no mancal é constante.

Resolução
4.

Calcule o torque M necessário para girar o carretel de cabo telefônico de 280   k g no sentido horário contra a força trativa de 1,6   k N no cabo. O diâmetro do mancal vale 62,5   m m e o coeficiente de atrito para o mancal é 0,30 .

Resolução
5.

Os dois rotores estão montados no mesmo eixo, que está apoiado por um mancal radial entre eles. Cada rotor tem uma massa de 40   k g e o diâmetro do eixo vale 40   m m . Se um momento M   de 3   N ⋅ m é necessário para manter a rotação dos rotores e do eixo em uma velocidade constante baixa, calcule:

  1. O coeficiente de atrito no mancal.
  2. O raio r f do círculo de atrito.

Resolução
6.

Cada uma das quatro rodas do veículo tem uma massa de 20   k g e está montada em um eixo de 80   m m de diâmetro. A massa total do veículo é 480   k g , incluindo as rodas, e está distribuída igualmente pelas quatro rodas. Se uma força P = 80   N é necessária para manter o veículo rodando sob uma velocidade constante baixa sobre uma superfície horizontal, calcule o coeficiente de atrito que existe nos mancais das rodas. (Sugestão: Desenhe um diagrama de corpo livre completo para uma roda.)

Resolução
7.

O peso do tambor D e de seu cabo é de 45   k g e o coeficiente de atrito μ para o mancal vale 0,20 . Determine a força P necessária para suspender o cilindro de 40   k g se o atrito no mancal é ( a ) desprezível e ( b ) incluído na análise. O peso do eixo é desprezível.

Resolução
8.

O caixote de 10   M g é abaixado para uma câmara de armazenamento subterrânea em um elevador de dois parafusos projetado como mostrado. Cada parafuso tem uma massa de 0,9   M g , um diâmetro médio de 120   m m e uma rosca quadrada simples com um passo de 11   m m . Os parafusos são girados em sincronismo por uma unidade motorizada na base do dispositivo. Toda a massa do caixote, dos parafusos e da plataforma de 3   M g do elevador é sustentada uniformemente por mancais radiais planos em A , cada um tendo um diâmetro externo de 250   m m e um diâmetro interno de 125   m m . A pressão nos mancais é considerada uniforme sobre toda a superfície dos mancais. Se o coeficiente de atrito para os mancais radiais e os parafusos em B vale 0,15 , calcule o torque M que deve ser aplicado a cada parafuso ( a ) para suspender o elevador e ( b ) para abaixar o elevador.

Resolução

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas