Exercícios Resolvidos de Assíntota Oblíqua

PUC-RJ - Cálculo B - P4 2014.1 – 2

Seja f x = x + arctg e x . Determine todas as assíntotas da curva y = f x . Calcule cuidadosamente todos os limites necessários. Apresente as equações das assíntotas encontradas e justifique caso não haja algum tipo de assíntota horizontal, vertical e obliqua (inclinada).

Passo 1

Bom, já vemos que, dada a função, não há nenhum impeditivo para o domínio de f . Vemos que o domínio dessa função é dado pelos números reais, não havendo descontinuidade. Com isso, não teremos assíntotas verticais!

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Procurando agora assíntotas horizontais, fazemos o limite para x - e x :

lim x - x + arctg e x = - + arctg 0

= -

lim x x + arctg e x = + arctg

=

Bom, se os dois limites explodiram é por que não temos assíntotas horizontais.

Passo 3

Resta só procurar assíntotas oblíquas. Para x - , modelamos uma assíntota oblíqua por y = m x + n . Por definição, os coeficientes serão:

m = lim x - x + arctg e x x = lim x - 1 + arctg e x x

= 1 + arctg 0 - = 1

n = lim x - x + arctg e x - m x = lim x - arctg e x

= arctg 0 = 0

Ou seja, uma assíntota oblíqua será y = x .

Passo 4

Agora para x , modelamos a assíntota como y = m * x + n * , por definição os coeficientes serão:

m = lim x x + arctg e x x = lim x 1 + arctg e x x

= 1 + arctg = 1

n = lim x x + arctg e x - m x = lim x arctg e x

= arctg = π 2

A outra assíntota oblíqua será y = x + π 2 .

Resposta

f x   n ã o   t e m   a s s í n t o t a s   h o r i z o n t a i s   e   v e r t i c a i s .  

T e m   d u a s   a s s í n t o t a s   o b l í q u a s ,   y = x   e   y = x + π 2

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas