Exercícios Resolvidos de Modelagens com Fator Integrante

Exercício nº 7 letra “b” - lista 3 de Cálculo III – IME - UERJ – Prof. Fernando Lopes C. -2014

Resolva o circuito RL:

Sabendo que as quedas de voltagem são:

Indutor:   L d I d t Resistor:   I R

E que a força eletromotriz é:

V t = V 0 sen w t

E com a lei de Kirchoff: ”A soma algébrica de todas as quedas de tensão em torno de qualquer circuito fechado é nula, ou a tensão aplicada em um circuito fechado é igual à soma das quedas de tensão no resto do circuito.”

Passo 1

Eita que doidera, né não?

Mas a gente viu na teoria que por essa lei de Kirchoff podemos concluir que:

L d I ( t ) d t + I ( t ) R = V ( t )

Mas sabemos que valor da força eletromotriz é: V t = V 0 sen w t

Assim:

L d I ( t ) d t + I t R = V 0 sen w t

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Beleza clã, achamos uma EDO linear de primeira ordem, né? Vamos dividir tudo por L :

d I ( t ) d t + R L I t = V 0 L sen w t

p t = R L g t = V 0 L sen w t

Passo 3

Calcular a integral p t d t sem adicionar a constante e ache v t = e p t d t

p t d t = R L d t = R L t

Assim ficou :

p t d t = R L t

v t = e p t d t

v t = e R L t

Passo 4

Calcular a integral g t v ( t ) d t

V 0 L sen w t e R L t d t

V 0 L sen ( w t ) e R L t d t

Essa integral pode ser resolvida por duas integrações por partes:

sen ( w t ) e R L t d t

Chama de :

w = e R L t d w = R L e R L t d z = sen w t d t z = - 1 w cos w t

Assim:

sen ( w t ) e R L t d t = - 1 w e R L t cos w t + R w L cos w t e R L t d t

cos w t e - R L sen t d t = ?

Mesma coisa:

w = e R L t d w = R L e R L t d z = cos w t z = 1 w sen w t

sen ( w t ) e R L sen t d t = - 1 w e R L t cos w t + R w L 1 w e R L t sen w t - R w L sen w t e R L t d t

Perceba que a integral que apareceu na esquerda é igual à da direita, então podemos passar ela para o mesmo lado e colocar ela em evidência:

1 + R 2 w 2 L 2 sen ( w t ) e - R L t d t = - 1 w e R L t cos w t + R w 2 L e R L t sen w t

Assim:

sen ( w t ) e - R L sen t d t = - 1 w e R L t cos w t 1 + R 2 w 2 L 2 + R w 2 L e R L t sen w t 1 + R 2 w 2 L 2

Negócio tá ficando bizarro o.O, mas simbora:

sen ( w t ) e - R L sen t d t = - w L 2 e R L t cos w t w 2 L 2 + R 2 + R L   e R L t sen w t w 2 L 2 + R 2

Negócio tá ficando bizarro o.O, mas simbora:

sen ( w t ) e - R L sen t d t = e R L t w 2 L 2 + R 2 R L sen w t - w L 2 cos w t

Então:

V 0 L e R L t w 2 L 2 + R 2 ( R L sen w t - w L 2 cos w t )

Vamos tentar dar uma ajeitada pra ficar com uma aparência melhor:

V 0 e R L t w 2 L 2 + R 2 R sen w t - w Lcos w t

V 0 e R L t w L w 2 L 2 + R 2 R w L sen w t - cos w t

Passo 5

Então qual é a cara da solução?

I t = 1 v t g t v t d t + C

I ( t ) = V 0 e R L t w L w 2 L 2 + R 2 R w L sen w t - cos w t e - R L t + C e - R L t

I ( t ) = V 0 w L w 2 L 2 + R 2 R w L sen w t - cos w t + C e - R L t

Bem bem, essa já é a resposta do problema, mas para dar a resposta do gabarito um paranauê precisa ser feito. Se a gente usar essa identidade trigonométrica aqui:

a sin x + b cos x = a 2 + b 2 sen x + arctg b a

A gente consegue reescrever essa bagaça dessa forma:

R w L sen w t - cos w t = R 2 w 2 L 2 + - 1 2 sen w t - arctg w L R

Isso é bastante usado no mundo da vibração, mas por aqui ainda é meio assustador, mas é trigonometria!

R w L sen w t - cos w t = R 2 + W 2 L 2 w L sen w t - arctg w L R

Subtituindo:

y = V 0 w L w 2 L 2 + R 2 R 2 + W 2 L 2 w L sen w t - arctg w L R + C e - R L t

Assim, finalmente:

y = V 0 sen w t - arctg w L R R 2 + W 2 L 2 + C e - R L t

Uuuuuufaaaaa!!!!

Resposta

y = V 0 sen w t - arctg w L R R 2 + W 2 L 2 + C e - R L t

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas