Exercícios Resolvidos de Regra 1/3 de Simpson

Márcia A. Gomes Ruggiero e Vera Lúcia da Rocha Lopes, Cálculo Numérico – Aspectos Teóricos e Computacionais, 2ª ed. São Paulo: MAKRON Books, 1996, pag 314, exercício 15

Usando a regra de Simpson, calcule o valor de 1 2 d x x com precisão de 4 casas decimais. Compare o resultado com o valor de ln 2 .

Passo 1

Primeiro temos que encontrar o número mínimo de intervalos que nos garante uma precisão de 4 casas decimais, ou seja, 10 - 4 . Então:

n h 5 180 max x a , b f i v x 10 - 4

A derivada quarta de f x é dada por:

f x = 1 x

f ' x = - 1 x 2

f ' ' x = 2 x 3

f 3 x = - 6 x 4

f 4 x = 24 x 5

E o valor máximo do módulo dessa derivada no intervalo 1,2 acontece em x = 1 , onde temos f 4 1 = 24 .

Por fim, usando a relação h = b - a n temos:

1 5 180 n 4 24 10 - 4

n 4 1333.333

n 6.043

E como n deve ser inteiro e par,

n 8

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Agora vamos aproximar a integral usando 8 intervalos, ou seja, h = 1 8 = 0.125 . A tabela fica:

1 2 d x x 0.125 3 1 + 4 2.7649 + 2 2.0381 + 0.5

1 2 d x x 0.69316

O resultado exato seria ln 2 = 0.69314718 . Ou seja, o erro foi de:

E = 0.69316 - 0.69314718 = 0.1282 × 10 - 4

Que é menor que 10 - 4 como esperávamos.

Resposta

1 2 d x x 0.69316

ln 2 = 0.69314718

E = 0.69316 - 0.69314718 = 0.1282 × 10 - 4

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas