1.

Dois recipientes estão à mesma temperatura. O primeiro contém gás à pressão p 1 , de massa molecular m 1 e velocidade média quadrática v r m s 1 . O segundo contém gás à pressão 2,0 . p 1 , de massa molecular m 2 e velocidade média v m é d 2 = 2,0 . v r m s 1 . Determine a razão m 1 / m 2 .

Resolução
2.

A figura mostra duas curvas representando possíveis distribuições esfericamente simétricas de velocidades, em três dimensões, das moléculas de uma M E S M A   amostra de gás segundo a distribuição de velocidades de Maxwell.

Considere as seguintes afirmativas:

I A curva I demonstra a situação coma temperatura mais alta.

I I Apesar das curvas serem diferentes, as áreas sob cada curva são iguais.

I I I A fração de moléculas com velocidade superior à 300 m / s é maior para a curva I I .

I V Em ambas as curvas a velocidade mais provável para uma molécula escolhida ao acaso é menor que as respectivas velocidades médias.

As afirmações corretas são:

a   I ,   I I   e   I I I .

b   I ,   I I   e   I V .

c   I ,   I I I   e   I V .

d   I   e   I V .

e   Todas.

Resolução
3.

A distribuição de velocidades escalar para as moléculas de um mol de certa substância é dada pela função:

P v = - 6 v 2 + 6 v   s e   0 < v < 1,0   k m / s                 0               s e   0 > v   e   v > 1,0   k m / s

a   De acordo com essa distribuição de velocidades, qual é a velocidade mais provável?

b   Qual a velocidade quadrática média das moléculas?

c   Tratando a substância como um gás ideal monoatômico de massa molar M = 20 g , calcule a temperatura da substância em K para esta distribuição.

Dados:

k = 1,38 × 10 - 23   J / K

N A = 6,02 × 10 23

Resolução
4.

A figura abaixo mostra a distribuição de probabilidade da velocidade das moléculas de uma amostra de nitrogênio. A escala do eixo horizontal é definida por v s = 1200   m / s . Determine a   a temperatura do gás e b   a velocidade média quadrática das moléculas.

Dado: massa molar do nitrogênio M = 28   g / m o l

Resolução
5.

Dez partículas estão se movendo com as seguintes velocidades: quatro a 200   m / s , duas a 500   m / s   e quatro a 600   m / s . Calcule suas velocidades a   médias e b   média quadrática. c   v r m s é maior que v m é d ?

Resolução
6.

As moléculas de um gás com seis partículas têm velocidades representadas pelos vetores:

v → 1 = 20 i ^ + 30 j ^   m / s

v → 2 = - 40 i ^ + 70 j ^   m / s

v → 3 = - 80 i ^ - 10 j ^   m / s

v → 4 = 60 i ^ - 20 j ^   m / s

v → 5 = - 50 j ^   m / s

v → 6 = 40 i ^ - 20 j ^   m / s

Determine:

a v → m e d ;

b v m e d ;

c v r m s .

Resolução
7.

A distribuição de velocidades escalar para as moléculas de um molde certa substância é dada pela função:

  1. De acordo com essa distribuição de velocidades, qual é a velocidade mais provável?
  2. Qual a velocidade quadrática média das moléculas?
  3. Tratando a substância como um gás ideal monoatômico de massa molar M = 20 g , calcule a temperatura da substância em K para esta distribuição.

Dados:

k = 1,38 × 10 - 23   J / K

N A = 6,02 × 10 23

Resolução
8.

A figura mostra duas curvas representando possíveis distribuições esfericamente simétricas de velocidades, em três dimensões, das moléculas de uma M E S M A   amostra de gás segundo a distribuição de velocidades de Maxwell.

Considere as seguintes afirmativas:

I A curva I demonstra a situação coma temperatura mais alta.

I I Apesar das curvas serem diferentes, as áreas sob cada curva são iguais.

I I I A fração de moléculas com velocidade superior à 300 m / s é maior para a curva I I .

I V Em ambas as curvas a velocidade mais provável para uma molécula escolhida ao acaso é menor que as respectivas velocidades médias.

As afirmações corretas são:

  1. I ,   I I   e   I I I .
  2. I ,   I I   e   I V .
  3. I ,   I I I   e   I V .
  4. I   e   I V .
  5. Todas.
Resolução
9.

O gráfico abaixo mostra a distribuição de velocidades de Maxwell para 5,0 x 10 23 moléculas de oxigênio a duas temperaturas diferentes ( T 1   e   T 2 ).

Considere as seguintes afirmações:

  1. Quanto maior a velocidade mais provável, maior a temperatura.
  2. A razão entre a maior e a menor temperatura é da ordem de 4.
  3. As duas distribuições possuem o mesmo número de moléculas entre 400 m / s e 500 m / s .
  4. A curva mais alta corresponde à maior temperatura.

Qual (quais) das afirmações acima é (são) CORRETA(S)?:

  1. Somente I .
  2. Somente I I .
  3. Somente I   e   I I .
  4. Somente I I I .
  5. Somente I   e   I I I .
  6. Somente I ,   I I   e   I V .
Resolução
10.

A figura é um histograma que representa as velocidades das moléculas de um gás hipotético que ocupa um volume muito pequeno. Podemos afirmar corretamente que:

I   –  A velocidade mais provável vale  8 .

I I   –   29  moléculas compõem o gás.

I I I   –  A velocidade  r m s  vale  7

.

A   I        

B   I I        

C   I I I        

D   I   e   I I I        

( E )   I I   e   I I I .    ​

Resolução
11.

Em 3 experimentos distintos, um gás diluído é mantido em equilíbrio dentro de um recipiente em temperaturas diferentes. A figura ao lado mostra a distribuição de equilíbrio das velocidades moleculares do gás nos 3 experimentos. No final de cada experimento, liga-se um dispositivo que permite que todas as moléculas com velocidade superior a v e s c   =   600   m / s   escapem do recipiente. Considere as afirmações abaixo:

(i) T 1   >   T 2   >   T 3 .

(ii) A probabilidade de uma molécula escapar do recipiente é maior no experimento 3 .

(iii) No experimento 2 o número de moléculas que escapam é maior que 50 % do total de moléculas.

Quais são as verdadeiras?

  1. Todas.
  2. Apenas(iii).
  3. Apenas(i).
  4. Apenas(ii).
  5. (ii) e (iii).
  6. (i) e (iii).
  7. (I) e (ii).
Resolução
12.

Em relação a teoria cinética dos gases, é correto afirmar para o caso de gases monoatômicos que:

(a) A energia cinética média das moléculas de um gás depende apenas e exclusivamente, das massas das moléculas desse gás;

(b) Quando quadruplicamos a temperatura absoluta de um conjunto de moléculas de um gás,

suas moléculas terão velocidades médias quadruplicadas.

(c) Quanto maiores as interações entre as moléculas de um gás, mais rigorosamente ele se comportará como um gás ideal.

(d) Numa mesma temperatura, independentemente das massas molares de cada gás, as mo-

léculas têm energias cinéticas médias iguais.

(e) As colisões entre as moléculas de um gás ideal com as paredes do recipiente que as contém são inelásticas para qualquer tipo de gás ideal.

Resolução
13.

Dois gases ideais monoatômicos estão em equilíbrio térmico. Se as moléculas do gás A têm massa m e as moléculas do gás B têm massa 4 m , a razão v A / v B das velocidades quadráticas médias das moléculas nos dois gases é:

(a) 1 / 4

(b) 1 / 2

(c) 1

(d) 2

(e) 4

Resolução
14.

Uma determinada quantidade de gás ideal é comprimida para metade de seu volume original sem alterar a temperatura. O que acontece com a velocidade média das moléculas deste gás?

( a ) Não se altera.

( b ) Aumenta 4 vezes.

( c ) Aumenta 2 vezes.

( d ) Diminui pela metade.

( e ) Diminui 4 vezes.

Resolução

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas