Exercícios Resolvidos de Equilíbrio em duas Dimensões

J.L. Meriam & L.G. Kraige, Mecânica para engenharia, Estática, 6° ed. RJ: LTC, 2009, 120,3/97

Calcule o módulo da força suportada pelo pino em B no dispositivo em curva, carregado e apoiado como mostrado.

Passo 1

Aqui vamos ter que atender a três condições:

∑ F → x = 0 →

∑ F → y = 0 →

∑ M → = 0 →

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

A forças de reação em A e B tem uma forma dada por:

Perceba que a componente A → x da reação em A é nula. Isso se deve ao fato de que o apoio em A é um apoio deslizante, ou seja, não há o impedimento desse apoio de se mover na horizontal. E não se esqueça: só colocamos reação de apoio na direção onde há impedimento do movimento.

Sendo assim, já descobrimos quanto vale B → x :

∑ F → x = 0 →

B x - 120 = 0       →       B x = 120   N

Passo 3

Agora vamos fazer o seguinte: calcular o equilíbrio de momentos em relação ao ponto B .

Vamos considerar o sentido anti-horário como o positivo:

∑ M → = 0 →

20 + 120 0,05 - A y 0,125 = 0

Não pode esquecer de contabilizar o momento de 20   N ⋅ m que já tinha na estrutura.

Então, obtemos o seguinte:

A y = 208   N

Passo 4

Agora, usando o somatório de forças verticais:

∑ F → y = 0 →

A y - B y = 0       →       B y = 208   N

Passo 5

Sendo assim, o módulo de B → será:

B → = B x 2 + B y 2 = 120 2 + 208 2 = 240   N

Resposta

B → = 240   N

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas