Análise de Sistemas Dinâmicos Lineares

Resumo

Vamos começar a fazer análise de sistemas dinâmicos lineares?

A primeira coisa que temos que entender é o que são sistemas dinâmicos lineares.

Quando falamos de sistemas aqui, estamos falando de sistemas de controle, ou seja, sistemas em que todas as variáveis tem que ser muito bem controladas para que tudo saia como o esperado.

Por exemplo, o lançamento de um foguete é um sistema de controle, pois é necessário que haja um controle de todos os parâmetros para que ele viaje na inclinação e rota adequada. Sacou?

Chamamos de sistemas dinâmicos aqueles sistemas que estão fora do equilíbrio, ou seja, ocorrem variações em seus parâmetros ao longo do tempo.

E por fim, dizemos que um sistema é linear quando as saídas (resposta do sistema) dependem linearmente das entradaas possíveis (possíveis variações que podem ser feitas de modo a perturbar o sistema).

O que fazemos em análise de sistemas dinâmicos lineares é o seguinte:

  • Explorar ferramentas que permitam controlar esse tipo de sistema;
  • Entender quais intrumentos utilizamos para fazer o controle;
  • Aprender como representar o sistema em diagrama de blocos;
  • Entre muitas outras coisas...

Mas... para fazermos isso é importante a gente ter conhecimento sobre Transformada de Laplace e Função de Transferência.

Calma calma, não se desespera. Talvez você já tenha ouvido falar sobre isso. Mas se você não sabe ou precisa relembrar, assiste esse vídeo aqui. O entendimento disso é bem importante para poder avançar, okay?

Agora que você já entendeu esse parte essencial fica muito mais fácil continuar...

Confere o nosso Raio-X aqui em seguida e aprenda tudo sobre análise de sistemas dinâmicos lineares de maneira bem descontraída! 👇🏽

Raio-X