Exercícios Resolvidos de Otimização – Casos Clássicos

George B.Thomas, Cálculo Volume 1, 11ª ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil Ltda, 2009, pp. 216-55. MODIFICADO

Sejam f ( x ) e g ( x ) as funções deriváveis traçadas aqui. O ponto c é onde a distância vertical entre as curvas é máxima. Há algo de especial em relação às tangentes às duas curvas em c ? Justifique sua resposta.

Passo 1

Temos que o ponto c será um ponto de mínimo da distância entre os dois. Essa distância é puramente vertical, então:

s = f x - g ( x )

Sendo s a distância.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

c estará presente em um dos pontos críticos. Então vamos derivar:

s ' = f ' x - g ' ( x )

Passo 3

Pontos críticos ocorrem onde a derivada não existe ou é zero. Ela sempre vai existir, pois f e g são deriváveis. Então, resta zero:

0 = f ' x - g x f ' c = g ' ( c )

Passo 4

c será o ponto onde as derivadas são iguais. Agora vamos relembrar a equação da reta tangente a cada curva?

y - f c = f ' ( x ) ( x - c )

y - g c = g ' ( x ) ( x - c )

Se as derivadas são iguais, as retas tangentes a f ( x ) e g ( x ) diferem apenas da quantidade f ( c ) e g ( c ) . Portanto, elas tem a mesma inclinação, mas diferem na translação, ou seja, são retas paralelas.

Resposta

Retas tangentes paralelas

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas