Exercícios Resolvidos de Difração por Duas Fendas Simples

Ver Teoria

Enunciado

Considere a interferência da luz de comprimento de onda λ numa fenda dupla, onde a distância entre o centro das duas fendas é d , cada fenda tem uma largura a e a figura de interferência encontra-se numa tela a uma distância D , tal que D ≫ a - d .

Sabendo que θ é o ângulo que define um ponto no anteparo, o primeiro mínimo da difração é dado por sen ⁡ θ igual a:

  1. a / λ
  2. d / λ
  3. λ / a
  4. λ / d  
  5. a / d
  6. d / a
  7. Nenhuma das anteriores

Passo 1

Sabemos que os ângulos para os quais encontramos os mínimos de difração são dados por:

sen ⁡ θ = m λ a

Onde:

m = ± 1 , ± 2 ,   ± 3 , …

Passo 2

O problema quer saber o valor do sen ⁡ θ para o primeiro mínimo da difração, isso corresponde ao valor de m = 1 , logo:

sen ⁡ θ = λ / a

Resposta

Letra (c): λ / a

Exercícios de Livros Relacionados

A Fig. 35-39 mostra duas fontes luminosas isotrópicas, S 1 e S 2 , que
Quando uma das fendas de um sistema de dupla fenda é coberto com uma p
A luz solar é usada em um experimento de dupla fenda. O máximo de quar
Um padrao de interferencia de fenda duplaeformado usando luz de laser