Exercícios Resolvidos de Difração por Duas Fendas Simples

Ver Teoria

Enunciado

Em um experimento de dupla fenda a distância entre as fendas, d , é 2,00 vezes maior que a largura w das fendas.

Quantas franjas claras existem na envoltória central de difração?

Passo 1

Para resolver esse problema, temos que trabalhar sempre de forma literal (sem substituir valores, afinal, nós não temos nenhum!).

O maior mínimo que aparece em um dos dois lados do máximo central, dentro da envoltória central de difração é dado por:

m n < d w

Mas o enunciado nos diz que d = 2   w . Substituindo:

m n < 2 w w = 2

Como m n é um número inteiro, o maior valor possível é:

m n = 1

Passo 2

O número de franjas claras dentro da envoltória central vai ser os máximos de um dos dois lados ( que são m n máximos) mais os do outro lado (que também são m n máximos) mais um (o máximo central):

N = 2 m n + 1  

N = 3

Resposta

Existem 3 franjas claras na envoltória central.

Exercícios de Livros Relacionados

A Fig. 35-39 mostra duas fontes luminosas isotrópicas, S 1 e S 2 , que
Quando uma das fendas de um sistema de dupla fenda é coberto com uma p
A luz solar é usada em um experimento de dupla fenda. O máximo de quar
Um padrao de interferencia de fenda duplaeformado usando luz de laser