Exercícios Resolvidos de Difração por Duas Fendas Simples

Ver Teoria

Enunciado

Uma figura de interferência é produzida por luz monocromática de comprimento de onda igual a 630 n m proveniente de uma fonte distante incidindo sobre duas fendas idênticas paralelas separadas por uma distância (entre seus centros) d = 0,840 m m .

Verifica-se que o máximo de interferência m = 3 está ausente na figura de interferência. Qual é a largura que cada fenda pode ter?

a ) 0,070 m m ;

b ) 0,140 m m ;

c ) 0,280 m m ;

d ) 0,560 m m ;

e ) 1,120 m m ;

Passo 1

Se o máximo de interferência m = 3 está ausente na figura de interferência, significa que este máximo de interferência está coincidindo com o mínimo de difração.

O terceiro máximo de interferência m = 3 é dado por:

d sen ⁡ θ = m λ

d sen ⁡ θ = 3 λ

sen ⁡ θ = 3 λ d

O primeiro mínimo de difração m = 1 é dado por:

sen ⁡ θ = m λ a

sen ⁡ θ = λ a

Como os dois estão coincidindo:

sen ⁡ θ = 3 λ d = λ a

3 λ d = λ a

3 d = 1 a

a = d 3

Onde d = 0,840 m m , logo:

a = 0,840 3

a = 0,280 m m

A resposta certa é a letra c .

Resposta

c ) 0,280 n m ;

Exercícios de Livros Relacionados

Quando uma das fendas de um sistema de dupla fenda é coberto com uma p
A Fig. 35-39 mostra duas fontes luminosas isotrópicas, S 1 e S 2 , que
A luz solar é usada em um experimento de dupla fenda. O máximo de quar
Um padrao de interferencia de fenda duplaeformado usando luz de laser