Exercícios Resolvidos de Interferência por Duas Fendas Pontuais

PUC, Física 4, P1 2018.1, 2

Em um experimento de Young, a distância entre as duas fendas é d   =   3,80   µ m e o comprimento de onda da luz incidente é   λ =   570   n m . A tela de observação está a uma distância D   =   4,00   m , e um detector de luz está posicionado em um ponto P a uma distância y   =   25,0   c m do centro da figura de interferência.

(b) Calcule a razão entre a intensidade   I p   no ponto P e a intensidade I m a x   no centro da figura de interferência.

Passo 1

Essa questão é feita bem rápida se você conhecer dois pontos bem importantes. O primeiro é bem simples, é só saber a fórmula

I p = I m a x   .   C o s 2 ϕ 2

A outra coisa que devemos saber é que

ϕ 2 = π   .   d   .   S e n θ λ

Se lembrarmos da nossa fórmula veremos que

d .   S e n θ = m   .   λ

Em que

m = d .   S e n θ   λ

Substituindo na nossa equação teremos que

ϕ 2 = m π

Substituindo na equação de intensidade teremos que

I p = I m a x   .   C o s 2 m π

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Como queremos uma razão teremos que

I p I m a x = C o s 2 m π

Já calculamos no item A o valor de m, que é

m = 0,416

Substituindo na fórmula teremos que a razão será

I p I m a x = C o s 2 0,416 π = 6,83   .   10 - 2

Resposta

I p I m a x = 6,83   .   10 - 2

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas