Exercícios Resolvidos de EDO Separável

Dennis G. Zill e Michael R. Cullen, Equações Diferencias Volume 1,3ª ed., 2001, pp51-19

Resolva a equação diferencial dada por separação de variável descrita abaixo:

y ln x d x d y = y + 1 x 2

Passo 1

Vamos começar escrevendo essa equação naquele formato característico de EDO separável que a gente já conhece.

x 2 ln x d x = y + 1 2 y d y

Agora que já está naquele formato que a gente gosta é só começar a botar a mão na massa e integrar de ambos os lados.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Vamos integrar cada lado da equação separado. Dessa forma:

x 2 ln x d x

Vamos utilizar o método de integração por partes para resolver essa brincadeira. Lembrando o método:

u d v = u v - v d u

Tomando u = ln x e d v = x 2 dx , teremos:

x 2 ln x d x = ln x x 3 3 - x 3 3 1 x d x   =   ln x x 3 3 - x 3 9    

x 2 ln x d x = ln x x 3 3 - x 3 9

Passo 3

Integrando o outro lado da equação:

y + 1 2 y d y = y 2 + 2 y + 1 y d y = y 2 y d y + 2 y y d y + 1 y d y

Resolvendo essas integrais simples, teremos:

y + 1 2 y d y = y 2 2 + 2 y + ln y

Passo 4

Igualando as duas integrais obtidas, temos

ln x x 3 3 - x 3 9 =   y 2 2 + 2 y + ln y + D  

Onde D é uma constante. Devido à complexidade da equação não será possível escrever a resposta na forma explicita, somente na implícita como a gente fez logo acima.

Resposta

ln x x 3 3 - x 3 9 =   y 2 2 + 2 y + ln y + D

Onde D é uma constante

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas