Responde Aí

Exercícios Resolvidos de Atrito Cinético

Ver Teoria

Enunciado

Um bloco de madeira de massa M é puxado com velocidade constante por uma força de magnitude T , cuja direção faz um ângulo θ com a horizontal. A magnitude da força de atrito sofrida pelo bloco é:

(a) Igual à da força peso.

(b) T   s e n θ

(c) T   c o s θ

(d) Não é possível determinar sem conhecer o coeficiente de atrito cinético.

(e) Não é possível determinar sem conhecer o coeficiente de atrito estático.

Passo 1

Se o corpo está em movimento, a força de atrito que ele sofre é cinética.

Lembra que o atrito cinético depende da força normal e do coeficiente de atrito cinético?

F a t = μ c N

já que a tração tem uma componente vertical para cima, a força normal nesse bloco será menor que a força peso, mas, até aí, nós conseguimos calculá-la.

O problema é que não temos o coeficiente de atrito cinético para obter a força de atrito por meio daquela expressão.

Porém, existe uma outra forma de determinar a força de atrito nesse caso.

A questão diz que o bloco está com velocidade constante, então, sua aceleração é zero e ele apresenta um equilíbrio de forças.

F R = m a

F R = 0

Passo 2

Como o bloco está em equilíbrio, podemos encontrar a força de atrito a partir do somatório de forças na horizontal.

T c o s θ - F a t = 0

F a t = T c o s θ

Ficamos com a alternativa (c).

Resposta

Letra (c)

Exercícios de Livros Relacionados

Um bloco é empurrado sobre um piso horizontal por uma força constante
Quando os três blocos da Fig. 6-29 são liberados a partir do repouso,
Na Fig. 6-51, um caixote escorrega para baixo em uma vala inclinada cu
Um operário aplica uma força constante de módulo 85   N a uma cai